Live na cadeia foi conduzida por assaltante de banco e traficante
Leandro Rosa Queiroz e Gabriel Surady foram identificados na live que aconteceu dentro da cadeia - Foto: Reprodução

Sarandi

Live na cadeia foi conduzida por assaltante de banco e traficante

Segurança por Fabio Guillen/GMC Online em 22/05/2020 - 14:37

A transmissão ao vivo que ocorreu nas redes sociais de dentro da carceragem da Delegacia de Sarandi foi conduzida por dois presos considerados perigosos pelo Departamento Penitenciário do Paraná (Depen-PR).

Ao todo são cinco presos que aparecem nas imagens, mas dois são bem conhecidos da Polícia Civil. Leandro Rosa Queiroz, 19 anos, é quem conduz a live. Ele é acusado de assaltar uma lotérica de Maringá em setembro do ano passado.

Os funcionários foram rendidos por quatro criminosos, dentre eles, Leandro, segundo a polícia. O grupo levou cerca de R$ 100 mil e na fuga trocaram tiros com a polícia. Leandro já tinha passagem pela polícia por assaltos, furtos e homicídio. Durante a live, ele prometeu drogas e joias para uma das meninas que participaram da transmissão.

Um outro preso identificado nas imagens é Gabriel Surany, 19 anos, acusado de matar um jovem de 19 anos com 26 facadas em abril deste ano em Sarandi. O suspeito, segundo a investigação, teria estendido o cadáver nos trilhos da linha férrea para simular um atropelamento.

Só que o crime foi desvendado porque ele teria deixado cair um celular que continha mensagens que o colocaram como autor do crime, segundo a polícia.

Todos os presos foram identificados e transferidos para a Casa de Custódia de Maringá após a polícia descobrir a live. Uma operação dentro da delegacia na tarde de quinta-feira, 21, apreendeu 10 celulares. A operação foi conduzida por policiais penais da Divisão de Operações de Segurança/DOS do SOE - Setor de Operações Especiais de Maringá.

Segundo o delegado de Sarandi, Adriano Garcia, os presos cometeram o crime de introdução de aparelhos de comunicação dentro do estabelecimento penal. O coordenador regional do Depen, Luciano Brito, disse que não vão tolerar essa conduta e os detentos serão punidos.

 

Veja o vídeo da live

Clique aqui e veja o vídeo completo da live que foi transmitida de dentro da cadeia.

 

Acesse GMC Online