Governador eleito faz boa avaliação da transição, no Paraná
Acompanhe O Assunto é política com Diniz Neto, de segunda a sexta, às 09h40 e às 14h20

O Assunto é Política

Governador eleito faz boa avaliação da transição, no Paraná

Por Diniz Neto em 07/12/2018 - 10:02
Player Ouça o boletim

RATINHO JUNIOR ELOGIA TRANSIÇÃO

O governador eleito Ratinho Junior classificou de “bom trabalho” o governo Cida Borghetti. Ele disse que ela representou muito bem os homens e mulheres paranaenses. Ele também se declarou orgulhoso de estar recebendo o governo de Cida Borghetti e disse que espera poder dar continuidade a esse bom trabalho. A declaração aconteceu no Encontro Paranaense de Gestores Municipais, organizado pela Associação dos Municípios do Paraná (AMP), em Foz do Iguaçu.

Para o governador eleito está acontecendo uma "boa transição", com entrosamento entre as equipes, com a entrega de todos os dados e relatórios necessários, o que demonstram a maturidade política do Paraná.

Ratinho Junior informou que o estado tem R$ 5 bilhões de caixa, para fazer frente a compromissos, como folhas de dezembro, janeiro e décimo terceiro. Ele citou, ainda, a informação do secretário de Fazenda, José Luiz Bovo, de que estarão disponíveis R$ 700 milhões para investimentos e infraestrutura.

 

PROJETO MARINGÁ SEGURA

O município de Maringá firmou um acordo com o BRDE para financiar a instalação de 1.000 câmeras de segurança na cidade, conforme previsto no Projeto “Maringá Segura”.

O acordo foi firmado durante o Encontro Paranaense de Gestores Municipais, promovido pela Associação dos Municípios do Paraná (AMP) e que termina hoje, em Foz do Iguaçu.

Na assinatura do documento, com a diretoria do BRDE, presença do prefeito, equipe da Secretaria de Segurança e do deputado federal Ricardo Barros, a governadora Cida Borghetti falou dos R$ 32 milhões que serão aplicados em 2019. Disse que os recursos vão permitir à prefeitura implantar um amplo monitoramento para auxiliar o trabalho das Polícia Militar, Civil e da Guarda Municipal.

 

EMPRÉSTIMO DE R$ 19 MILHÕES PARA PISTA DE CAMINHADA E REFORMAS DE CENTROS ESPORTIVOS

O Poder Executivo encaminhou à Câmara pedido de autorização para contratar um empréstimo de R$ 19.735.564,68 junto ao Banco do Brasil para reformar a pista de caminhada e fazer melhorias em três centros esportivos: Iguatemi, Floriano e Borba Gato.

A pista emborrachada em torno do Parque do Ingá deverá custar R$ 6 milhões.

Em outro pedido, a Prefeitura pretende contratar um empréstimo de R$ 39 milhões para melhorias nos demais centros esportivos e na Vila Olímpica.

 

RATINHO JUNIOR ANUNCIA JOÃO CARLOS ORTEGA PARA O DESENVOLVIMENTO URBANO

O governador eleito Ratinho Junior anunciou João Carlos Ortega para a Secretaria do Desenvolvimento Urbano. Ele já assumiu a pasta por duas vezes, de abril de 2014 a fevereiro de 2015 e novamente de setembro de 2017 a abril de 2018.

Ortega é um dos principais assessores do governador, desde o seu ingresso na vida pública.

 

ALLAN COSTA VAI PRESIDIR A CELEPAR

O empresário Allan Costa, co-fundador da plataforma de inovação AAA, será o novo presidente da Companhia de Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná (Celepar). O nome foi anunciado nesta quinta-feira pelo governador eleito Ratinho Junior.

Allan Costa tem uma carreira como executivo de sucesso. Largou um salário de mais de um milhão de reais por ano para ser empreendedor. Hoje é escritor, palestrante e empresário de muito sucesso, a frente de várias empresas e projetos, dentre eles a plataforma AAA, em sociedade com Ricardo Amorim e Arthur Igreja.

Allan Costa é inovador e realizador por natureza. Teremos novidades na Celepar.

 

IPTU DE SARANDI

O município de Sarandi vai aprovar uma nova planta genérica de valores para os imóveis de Sarandi. Há 10 anos a planta genérica não é reajustada.

O prefeito e os vereadores receberam recomendação do Ministério Público para realizarem a reavaliação dos valores tributáveis para cobrança do IPTU.

Neste primeiro momento, o valor dos imóveis será reajustado e a alíquota cairá de 1,5% para 0,5%. A cada dois anos subirá 0,5%, até voltar a ser 1,5%.

Segundo o Ministério Público o reajuste da planta de valores é obrigatório, pois quando isso não ocorre há uma renúncia de receita.

Sarandi lança hoje, com 48 mil imóveis, R$ 9 milhões de IPTU. Detalhe: menos da metade dos contribuintes pagaram IPTU, em 2018.

Uma situação importante para o município, que certamente estará na pauta de Sarandi nos próximos anos.

Notícias da mesma editoria