Golpistas que se passavam por auditores fiscais são alvo de operação
Foto: Polícia Civil

Segurança

Golpistas que se passavam por auditores fiscais são alvo de operação

Segurança por Luciana Peña em 04/05/2020 - 09:19

19 mandados judiciais estão sendo cumpridos em sarandi e Maringá pela Polícia Civil.

Os policiais civis foram para as ruas  Maringá e Sarandi para cumprir  seis mandados de prisão temporária e 13 de busca e apreensão contra uma organização criminosa que aplicava golpes se passando por agentes da Receita Federal.

A investigação começou a partir de um golpe em que a vítima perdeu R$ 75 mil.

Outros casos estão sendo investigados.

De acordo com o relato da primeira vítima, um dos criminosos se passou por auditor da Receita Federal e ofereceu uma pá carregadeira que faria parte de um lote de máquinas à venda pela Receita Federal.

O falso auditor fiscal é um golpista com várias passagens pela polícia por estelionato.

Além dele, tiveram a prisão decretada a mulher do golpista, um homem que atraía as vítimas, e outras pessoas que se beneficiavam da prática criminosa.

Todos com ficha policial por crimes como estelionato. Como explica o delegado Emmanoel David, de Curitiba.[ouça no áudio acima]

Todos os mandados foram cumpridos simultaneamente em Sarandi e Maringá e também em Curitiba.

 

Fotos: Polícia Civil


Matéria atualizada às 10h15.