Floraí terá uma prefeita até 10 de abril
Acompanhe O Assunto é política com Diniz Neto, de segunda a sexta, às 09h40 e às 14h20

O Assunto é Política

Floraí terá uma prefeita até 10 de abril

Por Diniz Neto em 11/03/2019 - 10:03
Player Ouça o boletim

A vice-prefeita de Florai, Edna Contin, assume hoje a prefeitura, até o dia 10 de abril. Neste mês, o prefeito Fausto Herradon estará de férias.

Edna pretende dar continuidade ao trabalho do prefeito. No seu segundo mandato, Fausto se destaca pelo trabalho que realiza em Floraí, sendo reconhecido no seu município e respeitado na região.

  UM WHATSAPP DIFERENTE

O presidente da Câmara de Sarandi, Eunildo Zanchim, o Nildão, colocou um a Whatsapp a disposição de todos que querem manter contato, encaminhando sugestões, opiniões e críticas. O telefone é o 9 9701-5988.

Nildão, que assumiu a presidência da Câmara de Sarandi em janeiro, tem procurado inovar e a ampliar o contato com as pessoas. Sem dúvida  

 AGENDAMENTO DE CONSULTAS

Outra mudança em Sarandi, começa a ocorrer hoje, por determinação do novo secretário de Saúde, Antonio Carlos Bastiani. O atendimento à população começará a ser feito por agendamento. O agendamento poderá ser feito durante os dias da semana, da 7 às 17 horas.

O objetivo é melhorar o atendimento. Esclarecimento de dúvidas e mais informações podem ser obtidos na Secretaria de Saúde, na Avenida Londrina – Jd. Independência ou pelos telefones (44) 3288-7000 ou 3288-7003.

 CAMPO MOURÃO

Recebi dos jornalistas Carlos e Ligiane, do “O Fato Maringá”, a informação de que a Câmara de Campo Mourão quer revisar a Lei Orgânica e o Regimento Interno. O vereador Olivino Custódio, presidente da Câmara, determinou a criação de uma comissão, formada por sete servidores, designada pela mesa diretora da Câmara Municipal de Campo Mourão, para estudar e propor atualizações e mudanças na Lei Orgânica e no Regimento Interno.

A Lei Orgânica é a Constituição Municipal, a lei maior do Município. O Regimento Interno estabelece as normas de funcionamento do Poder Legislativo, em todos os seus detalhes, defini os direitos e deveres dos vereadores, a sua forma de atuação e todos os ritos da Câmara.

A Lei Orgânica e o Regimento Interno da Câmara de Campo Mourão foram editados e publicados em 1990 e desde então não passaram por alterações significativas.

Na Lei Orgânica está fixado o número de vereadores, no caso, 13 vereadores.

Campo Mourão tem mais de 94 mil habitantes, segundo o IBGE. Vocês lembram do artigo 29 da Constituição, que nós citamos aqui, na quinta-feira? Por este artigo, cidades com mais de 80 mil até 120 mil podem ter até 17 vereadores.

Tentei saber se nesta revisão da Lei Orgânica de Campo Mourão este assunto será incluído, mas não consegui, ainda.

  MAIS VEREADORES

O que se sabe é que as câmaras de Maringá e de Paranavaí tem movimentos internos e já tornados públicos para aumentar o número de vereadores.

Maringá tem hoje, segundo o IBGE, mais de 417 mil habitantes. Pelo artigo 29 da Constituição, cidades com mais de 300 mil até 450 mil podem ter até 23 vereadores. Hoje Maringá tem 15 vereadores.

Paranavaí tem quase 88 mil habitantes. Cidades com mais de 80 mil até 120 mil podem ter até 17 vereadores. Hoje Paranavaí tem 10 vereadores.

Sarandi tem quase 96 mil habitantes, portanto é maior do que Paranavaí, e tem 10 vereadores.

  VETOS DERRUBADOS

Na sessão de quinta-feira, os vereadores derrubaram dois vetos do prefeito, relacionados a projetos do vereador Sidnei Telles. Um deles era sobre métodos de construção. Os vereadores entenderam que o vereador tinha razão. O veto foi derrubado por unanimidade (voto de todos os vereadores).

Outro era sobre fiscalização cobrança de impostos junto às construtoras. Está na lei que a cobrança de impostos deve incidir sobre 40% de mão-de-obra e não sobre os outros 60% de material. Veto também derrubado por unanimidade. O projeto do vereador Sidnei Telles pacifica a questão da fiscalização junto às construtoras. 

Notícias da mesma editoria