Fator grupo de risco motiva discussão entre vereadores em Maringá
Imagem ilustrativa/Foto: Câmara de Maringá/Facebook

Legislativo

Fator grupo de risco motiva discussão entre vereadores em Maringá

Política por Victor Simião em 14/05/2020 - 15:49

Um parlamentar disse que o outro, por ter mais de 60 anos, não deveria estar presente. A resposta: ‘o sujo não pode falar do mal lavado’.


 

O fato de alguns dos 15 parlamentares serem do grupo de risco da Covid-19, por motivos como idade ou doença, foi assunto na sessão da Câmara de Vereadores de Maringá. O vereador William Gentil falou que o certo é que vereadores que fazem parte do grupo não deveriam estar presentes, como Belino Bravin e professor Niero. Daí, apontou a fala para Onivaldo Barris, que estava na sessão. Foi na manhã desta quinta-feira (14). [ouça no áudio acima]

O assunto motivou uma resposta do presidente da Casa, vereador Mário Hossokawa. Com mais de 60 anos, e recém-saído de uma cirurgia feita há poucos meses, ele se posicionou contra a fala de Gentil.[ouça no áudio acima]

Alvo da crítica, Onivaldo Barris, de 69 anos, respondeu a Gentil. O vereador se justificou, dizendo estar presente porque votaria um item proposto por ele. E terminou dizendo: o sujo não pode falar do mal lavado - já que Gentil não deixou de ir à Câmara quando estava com suspeita de Covid-19.[ouça no áudio acima]

William Gentil tentou falar novamente, mas não foi autorizado pelo presidente da Câmara.[ouça no áudio acima]

Desde abril a Câmara tem uma portaria que deixa como facultativa a presença do servidor na Legislativo, caso seja do grupo de risco.