Em parceria com o Banco Central, Secretaria Estadual de Educação vai capacitar professores em finanças
Imagem ilustrativa/Foto: Reprodução/internet

Paraná

Em parceria com o Banco Central, Secretaria Estadual de Educação vai capacitar professores em finanças

Por Luciana Peña em 27/09/2019 - 08:15

A ideia é que os professores incorporem às aulas os conceitos de educação financeira. O Estado procurou a parceria com o Banco Central depois que o tema foi apresentado pelo Codem, o Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá.

Player Ouça a reportagem

É cada vez mais consenso que na vida é preciso saber como lidar com o dinheiro. Não importa o quanto você ganhe, o que vale mesmo é como você gasta o seu dinheiro e o que faz com o que sobra. Se educação financeira é tão importante, por que não ensinar as crianças desde cedo? O Paraná vai estimular a educação financeira nas escolas públicas e particulares a partir de 2020. Mas não criando uma nova disciplina no currículo. A ideia é que os conceitos de finanças sejam aplicados em todas as aulas. 

O secretário de Educação do Paraná, Renato Feder, explica que o primeiro passo é capacitar os professores, num curso elaborado pelo Banco Central.

E Maringá contribuiu para esta política pública. A educação financeira nas escolas é um dos projetos da Câmara Técnica de Educação do Codem, o Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá.

A formação inicial terá 80 horas de aula. Mas o Banco Central está estruturando outros módulos. Em breve o Estado vai abrir o período de adesão ao programa.

 

Notícias Relacionadas

Notícias da mesma editoria