Em dezembro, quase 30 cães e gatos foram abandonados em Maringá
Divulgação/PMM

Maus-tratos

Em dezembro, quase 30 cães e gatos foram abandonados em Maringá

Por Carina Bernardino em 11/01/2019 - 11:29

Em oito meses, 130 animais se tornaram vítimas de abandono e de maus-tratos por seus donos.

Player Ouça a reportagem

Desde que entrou em funcionamento em Maringá, a Diretoria de Proteção e Bem-Estar Animal desenvolve ações de proteção aos animais domésticos e de rua. A maior parte delas incentivando a adoção responsável, para que os futuros donos cuidem bem de seus pets. É que o índice de abandono de animais na cidade ainda é alto. Só em dezembro foram 28 casos, que somados aos registrados de junho de 2018 até janeiro deste ano, totalizaram 130. O secretário de Meio Ambiente, Ederlei Alkamin, que também responde pela diretoria de Bem-Estar Animal, lamenta a quantidade de animais abandonados e diz que ações serão intensificadas para conscientizar a população que os animais não são descartáveis.

Após serem resgatados, os animais passam por cuidados médicos antes de irem para adoção. Aquele cão ou gato que não é castrado, também passa pelo procedimento cirúrgico. Em 2018, 570 pets conseguiram novos lares com 38 edições de feiras de adoção. Em relação ao abandono, quando o dono do animal é identificado, é aplicada uma multa por maus-tratos de R$ 2 mil e o valor aumenta em caso de reincidência. Outras informações sobre os serviços pelo telefone: 3901 1885.

Notícias da mesma editoria