Dois novos ministros tomam posse nesta segunda-feira (02)
Acompanhe O Assunto é política com Diniz Neto, de segunda a sexta, às 09h40 e às 14h20 (foto: Letícia Tristão/CBN Maringá)

O Assunto é Política

Dois novos ministros tomam posse nesta segunda-feira (02)

Por Diniz Neto em 02/04/2018 - 09:55

Mais uma vaga ao Senado decidida.

TEMPO. Faltam 188 dias para 7 de outubro. Faltam 5 dias para o fim do prazo de filiações e desincompatibilizações para pré-candidatos às eleições deste ano.

POSSE NO MINISTÉRIO DA SAÚDE.

Daqui a pouco, às 10 horas, o presidente Michel Temer dará posse ao novo ministro da Saúde, Gilberto Occhi.
Às 13 horas, no Ministério da Saúde, o ministro Ricardo Barros transmite o cargo a Gilberto Occhi.
Occhi foi ministro das Cidades no governo Dilma, de 29 de dezembro de 2014 a 1º de janeiro de 2015. Foi ministro da Integração Nacional de 1º de janeiro de 2015 até 13 de abril de 2016. Ele pediu demissão quando o PP, partido que o indicara, decidiu apoiar o processo de impedimento da presidente Dilma.
Em 1º de junho de 2016 assumiu a presidência da Caixa Econômica Federal.

POSSE NO MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES.
Valter Casimiro Silveira assume hoje o Ministério dos Transportes, substituindo Maurício Quintella (PR).

FUNIL DA POLÍTICA

Beto Richa abriu as definições oficiais de candidaturas para o Senado.
No fim de semana passada, convidado pelo governador, Alex Canziani decidiu que colocará seu nome ao Senado. O convite já era de conhecimento público, a decisão ainda não tinha sido anunciada.
A novidade: Para a continuidade do seu trabalho como deputado federal, com base no Norte do Paraná, desde 1999, sua filha, Luisa Canziani, será candidata à Câmara dos Deputados. Alex é presidente estadual do PTB e foi o segundo mais votado em 2014, com 187.475 votos. Tem um trabalho destacado de apoio a municípios, consórcios intermunicipais e na área da educação.

Para o Senado, portanto, temos mais uma definição.

Apesar de não ter havido anúncio oficial, se acredita que o senador Roberto Requião, do MDB, será candidato à reeleição.

Hoje vai haver uma reunião entre Ratinho Júnior e Fernando Giacobo, na continuidades das conversas entre PSD e o PR.
Falei contem com Ratinho Junior. Ele me disse que não havia nada definido ainda. O que ele podia dizer é que há muitas possibilidades do PR ter uma das vagas na chapa majoritária.

Uma das possibilidades poderia ser a deputada Cristiane Yared para o Senado. A outra, poderia ser a indicação do candidato a vice, pelo PR.

COLETA SELETIVA. Começou agora de manhã, às 8 horas, a nova etapa da coleta seletiva em Maringá. O serviço será feito com 15 caminhões.

A frase da campanha diz tudo: “Adote esta ideia, vamos juntos!” De fato, a separação do lixo depende diretamente da população. É atitude e hábito.

ECOPONTOS. A Secretaria de Meio Ambiente também trabalha na instalação de ecopontos em locais estratégicos da cidade. Em breve deverão ser anunciados.

Tem um tipo de descarte que todos deveríamos levar muito a sério: Muita joga pilhas e baterias no lixo doméstico. Isto causa contaminação do solo e águas.

Em Maringá, hoje, são dois pontos para descarte: Atacadão e estacionamento do Maringá Park.

É muito importante ampliar estes pontos de coleta de pilhas e baterias e aumentar as informações sobre a contaminação. Este é um resíduo potencialmente nocivo. Não é o único: plásticos, por exemplo: precisam ser separados

Estes dados são da Unicamp. Bom para conferirmos quanto tempo os materiais demoram para se degradar quando jogados no meio ambiente. Observem os produtos de plástico. Um coisa que eu não sabia: o impacto de uma fralda descartável:

Embalagens de papel: de 1 a 4 meses

Guardanapos de papel:  3 meses

Pontas de cigarro: 2 anos

Palito de fósforo: 2 anos

Chiclete: 5 anos

Cascas de frutas: 3 meses

Nylon: de 30 a 40 anos

Copinhos de plástico: de 200 a 450 anos

Latas de alumínio: de 100 a 500 anos

Tampinhas de garrafa: de 100 a 500 anos

Pilhas e baterias: de 100 a 500 anos

Garrafas de plástico: mais de 500 anos

Pano: de 6 a 12 meses

Vidro: indeterminado

Madeira pintada: 13 anos

Fralda descartável: 600 anos

Pneus: indeterminado

 

AMOÊDO EM MARINGÁ.

O pré-candidato do Partido Novo à Presidência da República, João Dionísio Amoêdo, participa em Maringá de evento sobre a renovação da política brasileira, da necessidade de modernizar o Estado, acabar com os privilégios e colocar o cidadão como protagonista dessa mudança. O encontro está marcado para 11 de abril às 19h30, no Maringá Clube. Amoêdo apresentará suas principais propostas para enfrentar os desafios do país e a necessidade de se dinamizar a atividade econômica.

“O novo Brasil é um país que não dá privilégios para o setor público, que não gasta dinheiro com empresas públicas e que têm o indivíduo como o agente de transformação”, afirmou Amoêdo. “O principal princípio do partido é devolver poder para o cidadão”, acrescentou.

O debate em Maringá é uma oportunidade de mostrar que a renovação está acontecendo e vai se materializar em outubro. “Temos a eleição neste ano e esta é a grande oportunidade para colocar o país em um caminho positivo com educação de qualidade, Estado eficiente, segurança jurídica e uma economia mais dinâmica”, disse o Amoedo.

O NOVO colocou como meta eleger 35 deputados federais no pleito deste ano em todo o país e ser um dos principais agentes da mudança e da renovação do Brasil.

O partido foi fundado em fevereiro de 2011 por 181 cidadãos de 35 profissões diferentes que nunca exerceram mandato político. E logo em seu nascimento colocou como objetivo ter os cidadãos no centro da transformação do país e de reduzir o gigantismo e a ineficiência do estado brasileiro.

Quer fazer contato com o jornalista Diniz Neto, encaminhar uma sugestão? Envie e-mail para oassuntoepolitica@cbnmaringa.com.br ou mande uma mensagem para o WhatsApp da CBN Maringá. O número é (44) 99877 9550

Player Ouça o boletim

Notícias da mesma editoria