Discussão sobre a duplicação entre Maringá e Iguaraçu será retomada
Arquivo Acim/ Google

Reunião

Discussão sobre a duplicação entre Maringá e Iguaraçu será retomada

Paraná por Carina Bernardino em 01/07/2019 - 19:32

Governo do Estado recebe comitiva maringaense na próxima quinta-feira (4), em Curitiba

Uma comitiva de prefeitos, deputados estaduais e empresários maringaenses vai à Curitiba na próxima quinta-feira (4) retomar as discussões sobre a duplicação da PR-317, no trecho entre Maringá e Iguaraçu. O assunto será debatido com o secretário de Estado de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, segundo informações da Amusep (Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense).

Ainda de acordo com a entidade, a audiência é uma resposta à retomada do movimento pela realização da obra. A Amusep lembra que das 30 cidades da região, 15 serão beneficiadas pela duplicação.

O movimento é composto por representantes da Amusep, das Associação Comercial e Empresarial de Maringá e associações empresariais do Norte e Noroeste do Paraná, além do Codem (Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá). Empresários e agropecuaristas que dependem da rodovia para escoar a safra e transporte de insumos também integram o grupo. Segundo o DER (Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Paraná), a rodovia tem fluxo diário de 12 mil veículos.

O convênio para duplicar a PR-317, entre Maringá e Iguaraçu, foi assinado em julho de 2018 pela Associação Comercial e Empresarial e o Governo do Paraná. Ao todo, serão duplicados 21 km da rodovia. 

Na época, a Acim se comprometeu a doar o anteprojeto da duplicação, com apoio da sociedade civil organizada, e o Estado, a licitar e executar a obra ainda naquele ano, mas a duplicação não aconteceu.

O investimento previsto no anteprojeto foi de quase R$ 300 mil. A entrega ocorreu em setembro do ano passado, mas o Governo alega a falta do projeto executivo, por isto o impasse continua. Sobre os custos para duplicação, devem chegar a R$ 200 milhões.