Dilceu Sperafico assumirá Casa Civil; Silvio Barros será coordenador de gestão
Acompanhe O Assunto é política com Diniz Neto, de segunda a sexta, às 09h40 e às 14h20

O Assunto é Política

Dilceu Sperafico assumirá Casa Civil; Silvio Barros será coordenador de gestão

Por Diniz Neto em 16/04/2018 - 10:07
Player Ouça o boletim

Quer fazer contato com o jornalista Diniz Neto, encaminhar uma sugestão? Envie e-mail para oassuntoepolitica@cbnmaringa.com.br ou mande uma mensagem para o WhatsApp da CBN Maringá. O número é (44) 99877 9550

TEMPO. Faltam 175 dias para 7 de outubro, primeiro turno das eleições de 2018.

GOVERNO DO PARANÁ.

Foi confirmado agora pela manhã que o deputado federal Dilceu Sperafico será o chefe da Casa Civil do governo do Paraná.

Silvio Barros será o secretário de Desenvolvimento Urbano e terá uma função de coordenação geral de gestão, atuando muito próximo do gabinete da governadora Cida Borghetti, da Casa Civil e da equipe de secretários.

LEI PARA REGULAMENTAR O COMÉRCIO.

Nesta semana, na sessão de quinta-feira, dia 19, deve voltar à pauta o projeto de lei que pretende regulamentar o comércio em Maringá.

Conversei com alguns vereadores. Eles me disseram que o texto deve centrar o impedimento do funcionamento das grandes redes de supermercados.

Vereadores pretendem garantir que as micro e pequenas empresas fiquem livres para abrir.

Esta é uma lei que, ao que parece, só trará prejuízos. A começar por desempregar pessoas e reduzir a oferta de trabalho em Maringá.

Na prática é uma lei que está em sentido contrário à vocação empreendedora da cidade, que tem instituições bem organizadas e maduras, em condições de regulamentar por negociações diretas as relações de trabalho.

Este é um caso em que a lei não vai ajudar. E que também será contestada na Justiça.

IMPOSTO PROGRESSIVO

No ano passado o Poder Executivo encaminhou e os vereadores aprovaram o fim do imposto progressivo. Segundo informações, havia distorções na legislação, que prejudicavam alguns contribuintes, fugindo dos objetivos da lei.

Agora, quando estão sendo feitos estudos para as alterações no Plano Diretor, uma das coisas que deverá voltar, com mudanças, é o imposto progressivo.

Detalhe: Maringá é o município brasileiro com melhor aproveitamento do perímetro urbano. O imposto progressivo motiva a ocupação do solo (para evitar a tributação crescente nos vazios urbanos). 

SUSTENTABILIDADE E IPPLAM.

Duas coisas importantes: Sustentabilidade é uma palavra que está no centro de estudos da equipe técnica de planejamento do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Maringá (IPPLAN).

O IPPLAM está sendo criado com apoio das entidades e de profissionais da arquitetura. Ao que tudo indica, terá papel relevante no Município. Chega para ser protagonista.

Importante:

A lei de criação do Instituto de Pesquisa e Planejamento de Maringá (IPPLAM), já está na Câmara Municipal.

Hoje deve chegar à Câmara mensagem com o projeto que cria, em definitivo, a Secretaria de Segurança de Maringá.

As secretarias de Obras e de Planejamento serão mantidas. Porém, a Secretaria de Planejamento deverá ser executiva, para aprovar projetos e manter o cadastro territorial atualizado. Há sugestão até para a mudança do seu nome.

Caberá ao Ipplam - Instituto de Pesquisa e Planejamento de Maringá o planejamento, as diretrizes urbanísticas, de ocupação do solo, com reflexo nos loteamentos e edificações.

MODELO MARINGÁ. O presidente do conselho superior da ACIM, José Carlos Valêncio, foi um dos palestrantes convidados do II Encontro Internacional de Felicidade e Bem-Estar, realizado de 11 a 13 de abril, em Contagem, Minas Gerais. Ele apresentou o caso da organização da sociedade de Maringá, com o Codem e projetos de desenvolvimento e controle social. O evento foi organizado pelo Instituto Movimento pela Felicidade, com apoio da Frente Mineira de Prefeitos e Prefeitura de Contagem.

EM MARINGÁ. Cida Borghetti cumpriu agenda em Maringá, no sábado, a primeira depois de ter assumido em definitivo o mandato de governadora do Paraná.

Foi uma agenda que teve emoção, além do trabalho. Cida não esconde e gosta de falar que foi em Maringá que tudo começou.

A nomeação da professora Lúcia Cortez para comandar a Secretaria de Educação do Paraná teve grande aprovação. Muitas manifestações de apoio foram registradas.

Outra unanimidade foi a nomeação da coronel Audilene Rocha para o comando geral da Polícia Militar do Paraná.

Reportagem da CBN Curitiba de sexta-feira teve o seguinte título: Gestão de Cida Borghetti começa marcada por encontros e reuniões até surpreendentes no Palácio Iguaçu.

Um dos encontros da semana foi com o deputado federal Enio Verri e um grupo de trabalhadores rurais sem terra para tratar da reforma agrária no estado.

A reportagem termina assim: “Muito se fala que a receptividade da recém empossada governadora é ligada à campanha pela reeleição. Mas o fato é que o Palácio Iguaçu, pelo menos por enquanto, está com as portas sempre abertas”.

DIVERSAS.

E ainda teve pesquisa do DataFolha, ontem. Pesquisa feita entre 11 e 13 de abril, portanto depois da prisão de Lula.

Lula mantido como candidato ainda tem cerca de 30% dos votos.

Em segundo lugar, Bolsonaro, em média com 15%, nos vários cenários da pesquisa.

Se Lula não for candidato, Bolsonaro sobe para 17%, Marina Silva vai a 15%.

Ciro Gomes oscila de 5 a 9%.

Quando incluído no cenário, Joaquim Barbosa tem, em média, 9%.

Alvaro Dias oscila, nesta pesquisa, no seu melhor cenário, com 5%.

MUNICÍPIOS

BANCO DE IDEIAS. Está na pauta da sessão de desta segunda-feira (16), projeto do vereador Xuxa (PMDB), que institui o Banco de Ideias Legislativas na Câmara Municipal de Marialva.

INTERATIVO. O Banco de Ideias Legislativas é um canal pelo qual a população poderá sugerir propostas de alteração na legislação municipal vigente ou de criação de novas leis.

FLORAÍ. O prefeito Fausto Herradon prepara uma grande Festa da Nações, que será realizada em maio. Promete ser destaque, na região.

TRABALHO. O vereador Nildão, de Sarandi, esteve em Curitiba. Na sexta-feira participou de encontro da micro e pequena empresa e foi recebido pela governadora Cida Borghetti.