Deputado chama reajuste do pedágio de abusivo e vergonhoso
Acompanhe O Assunto é política com Diniz Neto, de segunda a sexta, às 09h40 e às 14h20

O Assunto é Política

Deputado chama reajuste do pedágio de abusivo e vergonhoso

Por Diniz Neto em 12/12/2018 - 09:50
Player Ouça o boletim

REVITALIZAÇÃO DA BRASIL E REGIÃO METROPOLITANA

Registro aqui, Gilson, o acerto do seu comentário de ontem sobre a avenida Brasil. Urgente e necessária. E hoje, seu comentário sobre a região metropolitana, que precisa merecer mais atenção, cooperação e integração dos prefeitos, com apoio direto do governo do Paraná. 

Quando foi prefeito, Ricardo Barros criou o Metroplan, um instituto de planejamento que atuou pensando Maringá na perspectiva da região metropolitana. Foi extinto por política, por birra e se perdeu uma grande oportunidade de ter projetado e concretizado muitos avanços.

Detalhe: um prejuízo irrecuperável. 

Muito provavelmente o Metroplan teria evitado o problema da rodovia que corta Sarandi, antevendo a necessidade de soluções para interligação da cidade.

 Um dos principais problemas da nossa região metropolitana é a rodovia que corta Sarandi, a BR-376. Detalhe: quando passa por Maringá, a rodovia tem um nome: Avenida Colombo.

Quantos cruzamentos tem a Avenida Colombo?

 A Associação Comercial e Empresarial de Sarandi (ACIS), com apoio da Câmara Municipal de Sarandi e associações de bairros, está divulgando um manifesto onde faz justamente esta colocação. Se a rodovia, em Maringá, é uma avenida totalmente urbana, com cruzamentos das avenidas Pedro Taques, São Paulo, Herval, Duque de Caxias, Paraná, 19 de Dezembro/Mandacaru, porque não pode ser cortada lá?

 De fato, é algo para se pensar. Não podemos avaliar o problema de Sarandi de fora. Para julgar, é preciso ir lá, conhecer o problema local. E a cidade não tem como ficar sem acesso Norte/Sul, da forma como está. Este é um caso no qual o trânsito precisa de adequar à necessidade prioritária de uma cidade e da sua população.

 MARIALVA VAI ELEGER NOVA MESA DIRETORA DA CÂMARA NA SEGUNDA-FEIRA

Os vereadores de Marialva vão eleger a nova mesa diretora na próxima segunda-feira.

Dos nove vereadores, três são candidatos: Luciano Dário (Grudi do PSC), Marcelo Martins (Xuxa do PMDB) e o Onésimo Bassan (PDT).

 É UMA VERGONHA ESSE REAJUSTE DO PEDÁGIO, DIZ ROMANELLI

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) classificou como "abusivo e uma vergonha" os reajustes (entre 6,6% e 17,6% e portanto, bem acima da inflação) dos pedágios no Paraná. "As concessionárias estão sendo investigadas em um esquema de corrupção e parece que isso não adianta nada. Segundo o Ministério Público Federal, a corrupção tornou o pedágio no Paraná quatro vezes mais caro", disse Romanelli em vídeo postado nas redes sociais.

 "Eu sempre lutei contra a máfia dos pedágios e acho uma vergonha mais esse reajuste. Mais uma vez, seremos prejudicados com o pedágio ainda mais caro e rodovias de péssima qualidade. Mas não vamos desistir, vamos lutar até o fim para dar um basta a essa injustiça", completou.

 MICRO E PEQUENAS EMPRESAS: PARANAENSE RECEBE HOJE COMENDA

O paranaense Ercílio Santinoni, que foi secretário de Desenvolvimento Econômico de Maringá, no governo Silvio Barros, fundador da Micromar, hoje radicado em Curitiba, presidente da Confederação Nacional da Micro e Pequena Empresa (CONAMPE), recebe hoje, às 11 horas, em Brasília, a medalha e insígnia da Ordem Nacional Barão de Mauá, classe Comendador, pelos relevantes serviços prestados aos setores da indústria, comércio e serviços no segmento da micro e pequena empresa.

Ercílio ajudou a fundar o primeiro fórum estadual permanente das microempresas e empresas de pequeno porte no país, justamente aqui no Paraná.

Ele coordena o Fórum Permanete do Paraná e é membro do Fórum Nacional. É conselheiro do Sebrae no Paraná e do Sebrae Nacional.

 APROVADA PEC QUE RESTRINGE O FORO PRIVILEGIADO

O deputado federal Rubens Bueno (PPS-PR) classificou como um avanço a aprovação nesta terça-feira (11), em comissão especial da Câmara, da Proposta de Emenda à Constituição (PEC 333/2017) que restringe o foro privilegiado apenas para os presidentes dos três poderes.

Autor de iniciativa mais ampla (PEC 142/2012), que acaba com o privilégio para todas as autoridades acusadas de praticar crimes comuns, inclusive para o presidente da República, o parlamentar ressaltou que o texto aprovado já é uma evolução e que no futuro poderá ser aprimorado.

Para Rubens Bueno, este é o País dos privilégios. Os privilégios dos supersalários, daqueles que querem trabalhar menos e ganhar mais. Ele garante que vai continuar a luta para acabar com todos os tipos de privilégios para todas as autoridades do País.

 SÁBADO TEM CONVENÇÃO ESTADUAL DO MDB

O deputado João Arruda lidera chapa para o diretório do PMDB. Candidato a presidente do partido, ele afirmou que "Só a unidade poderá reconstruir o MDB que todos queremos. Na chapa, há espaços para os deputados, prefeitos, vereadores e para novas lideranças jovens que sempre se destacaram como vanguarda, aliados a nossa grande militância, a maior do Paraná, que faz a diferença nas disputas e na condução dos governos e dos mandatos ocupados pelo partido".

 A convenção do MDB será no próximo sábado, 15, em Curitiba e no encontro serão eleitos o novo diretório, os delegados à convenção nacional, os membros da comissão de ética e disciplina e do conselho fiscal e a executiva que comandará o partido nos próximos dois anos. Os seis ex-presidentes - Dobrandino da Silva, Milton Buabssi, Nivaldo Kruger, Renato Adur, Roberto Requião e Waldyr Pugleisi - são natos entre os 71 membros do diretório.

 Deputados - Anibelli Neto, Nereu Moura, Requião Filho, Hermes Parcianello e Sergio Souza -, prefeitos, ex-prefeitos e vereadores integram a chapa inscrita por João Arruda. Os prefeitos Frank Schiavini (Coronel Vivida e presidente da Associação dos Municípios do Paraná), José Neto (Cambará), Moacyr Fadel (Castro) e Paulo Furiatti (Lapa) e os vereadores Silberto Carvalho e Noêmia Rocha estão entre os membros do novo diretório.

 NETO DE PAULO PIMENTEL VAI PRESIDIR A COPEL

O governador eleito Carlos Massa Ratinho Junior anunciou, os nomes que vão compor a diretoria da Companhia Paranaense de Energia (COPEL). O presidente da estatal será o empresário Daniel Pimentel Slaviero, a diretoria financeira permanecerá com Adriano Rudek de Moura e Wendell Oliveira assumirá a presidência da Copel Telecom.

Daniel é neto do ex-governador Paulo Pimentel.

 Segundo Ratinho Junior, ele está escolhendo para fazer parte do seu governo pessoas com características mais técnicas e que tenham experiência no setor onde irão trabalhar. A Copel é uma das empresas estatais mais importantes do Estado.

O plano do novo governador é consolidar a Copel como a melhor empresa do País no setor e garantir que a estatal amplie sua capacidade para realizar novos investimentos

 Presidência – Daniel Pimentel Slaviero

Daniel Pimentel Slaviero é formado em Administração de Empresas pela Universidade Positivo (UP), realizou cursos de especialização em gestão empresarial na Harvard Business School e Kellogg School of Management, ambos nos Estados Unidos. Atuava como diretor executivo da rede do canal de televisão SBT e foi presidente por quatro mandatos da Associação Brasileira de Rádio e Televisão (ABERT). Na Associação Internacional de Radiodifusão (AIR), entidade que representa 17 mil emissoras de rádio e televisão nas Américas, Ásia e Europa, ocupou a vice-presidência para a América do Sul e o conselho da entidade.

 Diretoria Financeira – Adriano Rudek de Moura

Adriano Moura é o atual diretor de Finanças e de Relações com Investidores da Copel e permanecerá em seu cargo. Ele é graduado em Ciências Contábeis pelo Centro Universitário Ítalo Brasileiro (UNÍTALO) e pós-graduado em Controladoria e Finanças pela Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras da USP (FIPECAFI/USP).

 Presidência da Copel Telecom – Wendell Alexandre Paes de Andrade de Oliveira

Wendell Oliveira é formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), com especialização em Administração pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), tem MBA Executivo em Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) e pela Escuela de Alta Dirección y Administración (EADA) em Barcelona, é consultor de empresas e especialista em Gestão Corporativa.

Notícias da mesma editoria