Depois de 30 anos, termina rodízio de urgências e emergências nos hospitais
Foto: Reprodução/movimentosaude.com.br

Umuarama

Depois de 30 anos, termina rodízio de urgências e emergências nos hospitais

Por Luciana Peña em 02/10/2019 - 12:05

A partir de janeiro, todos os hospitais de Umuarama terão que funcionar 24h para atender os pacientes de urgência e emergência.

Player Ouça a reportagem

Umuarama tem quatro hospitais filantrópicos credenciados ao SUS. Mas eles se revezam para o atendimento a pacientes de urgência e emergência. A cada dia um hospital diferente fica de plantão 24 horas. Esse sistema de rodízio funciona há pelo menos 30 anos em Umuarama e há uma década se discute uma mudança, que agora foi acertada. A partir do dia 6 de janeiro de 2020 os quatro hospitais terão que ter pronto socorro  24 horas por dia, diz o prefeito de Alto Piquiri, José Carlos Cardoso, que é presidente da Acispar, Associação dos Consórcios Intermunicipais de Saúde do Paraná.

E a partir de janeiro o paciente não deverá ir direto ao hospital. O primeiro passo será procurar atendimento na UPA da cidade de origem. A regulação será feita pela Central de Leitos da 12ª Regional de Saúde que atende 20 municípios. Os casos atendidos pelo Samu ou Siate também serão regulados pela Central de Leitos.

 

Notícias da mesma editoria