Com padres divididos, paróquias voltam a celebrar missa a partir de domingo (17) em Maringá
Foto: Ilustrativa/Unsplash

Celebrações públicas

Com padres divididos, paróquias voltam a celebrar missa a partir de domingo (17) em Maringá

Cidade por Victor Simião em 13/05/2020 - 16:02

A decisão foi tomada após a Prefeitura permitir o retorno das celebrações, com uma série de regras. Ao menos 25 paróquias devem funcionar a partir deste fim de semana.  

A igreja católica em Maringá decidiu retomar as celebrações a partir do próximo domingo (17). A decisão veio após a Prefeitura editar um novo decreto, permitindo a volta de missas e cultos, mediante uma série de regras. Apesar disso, padres e conselhos paroquiais estão divididos. Há quem queira a volta e há quem não queira, apurou a CBN com duas fontes ligadas diretamente ao assunto. No momento, Maringá tem mais de cem casos positivos da Covid-19 e seis mortes.  O município ainda recomenda o distanciamento social, embora o poder público já tenha autorizado o retorno do comércio. 

No caso dos católicos, há conselhos paroquiais, formados por padres e outras pessoas ligadas ao local em que atuam. Elas discutiram e votaram a decisão, aderindo a volta da celebração das missas. Até o momento, apenas uma delas optou por não retornar com ações públicas. É a paróquia São Mateus. 

Conforme o decreto mais recente da Prefeitura de Maringá, é possível celebrar até três missas, cultos ou reuniões religiosas aos domingos e uma durante o meio de semana. Nas igrejas, a lotação máxima será limitada a 30% da capacidade local; participantes devem ficar a pelo menos um metro e meio uns dos outros. O uso de máscaras será obrigatório.  Entre uma celebração e outra é necessário respeitar o mínimo de uma hora e meia para a higienização do espaço.  De acordo com o decreto, pessoas do grupo de risco para o coronavírus não estão autorizadas a participar das celebrações. E há uma recomendação para que idosos e crianças com menos de 12 anos não participem presencialmente. 

No caso da igreja católica, a Arquidiocese havia suspendido celebrações com público em 17 de março, devido à Covid-19. A partir daí, somente atendimentos individuais. Celebrações começaram a ser transmitidas pela internet. Mesmo agora, com o retorno das ações com a presença de pessoas, as transmissões online continuam. 

Embora a maior parte das paróquias volta a funcionar no fim de semana que vem, uma delas abriu já no dia 10 deste mês. Foi a São Francisco de Assis, no Jardim Alvorada.

Em relação à catedral, as missas aos domingos serão às 8h, às 10h30 e às 18h. Na semana, será às quartas, às 18h30.