Câmara Municipal de Maringá terá controle de acesso e segurança reforçada na sessão desta terça-feira

Política

Câmara Municipal de Maringá terá controle de acesso e segurança reforçada na sessão desta terça-feira

Política em 18/10/2011 - 15:06

Na sessão de hoje os vereadores irão votar, em primeira discussão, projeto que revoga o artigo 39 da lei complementar que dispõe sobre o parcelamento de solo no Município. O artigo torna obrigatório que os interessados em construir casas geminadas em terrenos de 300 metros quadrados façam um cadastro na prefeitura até julho do ano que vem.

O público deve lotar o plenário do legislativo. Por isso, um esquema especial de segurança foi montado para evitar transtornos.

Senhas serão entregues para limitar o acesso dos visitantes, como ocorreu na votação que definiu o número de vereadores no município. Os papéis começaram a ser entregues às duas horas da tarde. Quem faz o controle de acesso e a segurança dentro e fora do local é a Guarda Municipal e a Polícia Militar.

Das últimas vezes que o projeto foi discutido houve muitas manifestações e tumultos. A presidência da Câmara pretende evitar problemas durante a sessão.

Segundo informações repassadas pela Guarda Municipal, as primeiras cadeiras do plenário serão reservadas para assessores e funcionários do legislativo. Será permitida a entrada de aproximadamente 260 pessoas.

Por motivos de segurança, o número de guardas e policiais que vão estar no local não foi divulgado.