Após um ano, envolvidos com furtos de hidrômetros serão ouvidos
Divulgação

Sarandi

Após um ano, envolvidos com furtos de hidrômetros serão ouvidos

Por Carina Bernardino em 09/11/2018 - 17:53

As audiências com as testemunhas e réus ocorrerão em dezembro. Na época, dois mil equipamentos sumiram da Autarquia de Águas. O prejuízo foi de R$ 100 mil. 

Player Ouça a reportagem

Um lote com 2.000 hidrômetros sumiu da sede da Autarquia de Águas de Sarandi em outubro de 2017, deixando um prejuízo de cerca de R$ 100 mil aos cofres públicos. No mesmo mês, parte do lote foi recuperada, após uma moradora encontrar centenas de equipamentos no meio do mato, em Marialva.

O caso foi registrado na Polícia Civil e durante as investigações, foram três detidos. Agora, um ano depois, a Justiça vai ouvir os mais de 20 envolvidos no caso. Os interrogatórios com as testemunhas e réus estão agendados para o dia 4 de dezembro nas duas cidades, no Fórum de Sarandi e no Fórum de Marialva. O diretor operacional da Autarquia de Águas, Pedro Biriba, espera que os culpados sejam punidos.

Nenhum dos três presos suspeitos de participar do furto dos hidrômetros faz parte da administração pública de Sarandi. No Fórum de Marialva a audiência instrutiva do dia 4 de dezembro será às 16h. A CBN não conseguiu confirmar o horário da audiência de instrução no Fórum de Sarandi, que será no mesmo dia. As datas podem ser alteradas se houver manifestação da defesa dos acusados. Em Marialva o caso está nas mãos da juíza Milena Reis de Assis Fogagnoli.