Agentes da Guarda Municipal orientam sobre os equipamentos de segurança em motocicletas
Foto: Luciana Peña/CBN Maringá

"Pipa é legal"

Agentes da Guarda Municipal orientam sobre os equipamentos de segurança em motocicletas

Por Luciana Peña em 27/08/2019 - 12:06

A ação “Pipa é Legal” foi realizada no centro de Maringá. Ainda tem muita motocicleta sem corta pipa.

Player Ouça a reportagem

Um acessório que custa em torno de 30 reais e que pode salvar vidas: o corta pipas. Uma espécie de antena instalada no guidão da motocicleta e que impede que a linha de pipa se enrosque no pescoço do motociclista. Se a linha tem cerol, o piloto pode morrer. Este ano, agentes de segurança declararam guerra à linha de cerol em Maringá. A primeira ação foi uma fiscalização em vários bairros da cidade onde tem gente que solta pipa. Carretéis de linha com cerol ou linha chilena, que também é cortante e proibida, foram apreendidos. No fim de semana teve diversão com pipa, mas sem cerol, no Parque Alfredo Nyffleler. E nesta terça-feira, agentes da Guarda Municipal distribuíram adesivos no centro da cidade. O motociclista Leonardo de Freitas não anda de moto sem o corta pipa.

Os guardas municipais também divulgaram a Patrulha Maria da Penha, como uma das ações do Agosto Lilás. O gerente administrativo da Guarda Municipal, Arthur Tabalti, diz que a ação marca o aniversário da Guarda.

Notícias da mesma editoria