Agentes da dengue de Campo Mourão aprendem autodefesa
Divulgação

Defesa

Agentes da dengue de Campo Mourão aprendem autodefesa

Por Carina Bernardino em 11/02/2019 - 15:45

Curso ocorre após denúncias de estupro e assédio de servidoras municipais. Foram três casos em 2018. Outra medida adotada pelo município foi colocar os profissionais para trabalhar em dupla. 

Player Ouça a reportagem

Por meio de uma parceria, os agentes de endemias da prefeitura de Campo Mourão estão fazendo um curso de defesa pessoal de seis encontros. As aulas ocorrem aos sábados no Centro da Juventude.

O objetivo é que os profissionais aprendam a se defender durante o trabalho nas ruas. É que em 2018 aconteceram três casos considerados graves envolvendo servidoras municipais. Uma delas foi violentada e outras duas, assediadas enquanto vistoriavam residências da cidade. No caso da violência sexual, o suspeito do abuso foi detido em flagrante e a servidora recebeu apoio médico, psicológico e jurídico do município.

O responsável pelo setor de Endemias de Campo Mourão, Carlos Bezerra, explica que a ideia da autodefesa e reduzir os índices e dar mais segurança aos profissionais durante o trabalho em campo.

Atualmente, Campo Mourão conta com 42 agentes de endemias. São 29 mulheres e 13 homens.

A primeira aula de defesa pessoal dos agentes de endemias contou com 28 participantes, mas outros servidores deverão se juntar ao grupo até o final do curso, que é de graça.

Notícias da mesma editoria