Adolescente confessa ter matado enfermeiro e jogado corpo no rio
foto: Reprodução/Facebook

Crime

Adolescente confessa ter matado enfermeiro e jogado corpo no rio

Por Portal GMC Online em 22/11/2019 - 11:10

Um adolescente, de 17 anos, foi apreendido e confessou ter matado o enfermeiro Hélio Procópio, de 49 anos. A vítima, que trabalha no Hospital Universitário de Maringá (HU), está desaparecida deste a madrugada de sábado (16).

Segundo informações da Polícia Civil, o crime, tratado como latrocínio, foi cometido por dois adolescentes, mas o segundo envolvido ainda não foi localizado.

Em depoimento, o jovem apreendido detalhou aos policiais que os dois abordaram o enfermeiro quando ele entrava no carro, ainda em Santo Inácio (a 98 quilômetros de Maringá). A vítima estava saindo do rodeio que ocorria na cidade, por volta das 3h.

De acordo com a PC, o jovem disse que a ideia da dupla não era matar o enfermeiro, mas apenas roubá-lo. No entanto, a vítima teria reagido e ele a matou com enforcamento. Em seguida, os dois jogaram o corpo de Procópio de cima da ponte do Rio Pirapó. O jovem conrmou que não conhecia Procópio. A “escolha”, conforme o depoimento, foi aleatória.

Na terça-feira (19), os policiais encontraram os documentos da vítima próximo ao rio. À PC, o adolescente disse que trocou o carro do enfermeiro por duas armas, em Campo Mourão. O celular, segundo ele, foi vendido por R$ 200

A polícia ainda investiga a participação de uma terceira pessoa, de 18 anos, no crime. Na manhã desta sexta-feira (22), de acordo com a polícia, começam as buscas pelo corpo de Procópio, com o apoio do Corpo de Bombeiros de Maringá. Agora, a Polícia Civil trabalha para localizar o segundo adolescente envolvido. A dupla, segundo informações, tem histórico de crimes violentos.

Por Nailena Faian e Monique Manganaro / Portal GMC Online

Notícias Relacionadas

Notícias da mesma editoria