“A igreja precisa deixar o falso moralismo de lado”, diz novo arcebispo
Dom Severino Clasen toma posse no dia 15 de agosto em Maringá (Foto: Divulgação/Arquidiocese de Maringá)

Católico

“A igreja precisa deixar o falso moralismo de lado”, diz novo arcebispo

Cidade por Victor Simião em 10/07/2020 - 14:55

Dom Severino Clasen toma posse no dia 15 de agosto em Maringá. Na visão dele, a igreja católica deve estar aberta a todos e privilegiar o diálogo.

O novo arcebispo de Maringá já está com boas impressões da cidade. Em conversa com a imprensa, dom Severino Clasen disse que a primeira imagem que teve do clero local foi positiva. Ele foi anunciado como o novo arcebispo da igreja católica em Maringá no dia primeiro de julho, após a nomeação do papa Francisco. A posse dele está marcada para o dia 15 de agosto. A coletiva com jornalistas foi feita nessa quinta-feira (9).

Dom Severino, de 66 anos, está em Caçador, Santa Catarina, desde 2011, onde é bispo.

Maringá está sem um arcebispo desde o fim de 2019, quando dom Anuar Battisti pediu para sair alegando motivos pessoais. Desde então, dom João Mamede tem atuado como administrador apostólico.

Clasen disse saber que o clero em Maringá tem divergências. E que isso é positivo para buscar uma unidade. [ouça no áudio acima]

Ao longo da coletiva, o novo arcebispo reforçou a importância do diálogo e de valorizar a diferença. Por conta disso, a igreja católica deve estar aberta a todas as pessoas. A igreja precisa deixar o falso moralismo de lado, apontou. [ouça no áudio acima]

A celebração de posse está marcada para 15 de agosto, na catedral. Devido à pandemia da Covid-19, o espaço poderá receber apenas 30% de sua capacidade de público. Os lugares serão destinados aos bispos, padres, diáconos, coordenadores de pastorais e movimentos, seminaristas, religiosos, autoridades civis e imprensa.