100 dias dos novos governos
Acompanhe O Assunto é política com Diniz Neto, de segunda a sexta, às 09h40 e às 14h20

O Assunto é Política

100 dias dos novos governos

Por Diniz Neto em 10/04/2019 - 10:06
Player Ouça o boletim

Vocês sabem que eu gosto de datas e de cálculos entre elas. Lembram da pergunta “quantos dias faltam para as eleições?” Por falar nisso, quantos dias faltam para a eleição do ano que vem? Ela acontecerá no dia 2 de outubro e estamos hoje a exatos 542 dias do dia de votar para prefeito e vereador.

 Mas a data mais importante de hoje são os 100 dias dos novos governos, o da República e os governos dos estados.

 100 DIAS DE JAIR MESSIAS BOLSONARO

Estamos completando hoje 100 dias do novo governo federal, comandado por Jair Bolsonaro.

Duas trocas na equipe mais importante, sendo uma delas a do ministro da Educação. Saiu Ricardo Vélez Rodríguez, entrou o economista Abraham Weintraub.

Assistimos ontem o seu discurso de posse. Vamos aguardar o seu trabalho, a sua gestão à frente do Ministério que é, em essência, responsável direto pelo futuro do Brasil. Um ministério em que há muito, muito a fazer, desafios gigantescos, do tamanho do país.

 Se há no ar um certo desalento com estes 100 dias, também são muitos os argumentos em favor do presidente. O começo do seu governo aconteceu em plena reta final da sua recuperação do atentado que sofreu no dia 6 de setembro de 2018. Por falar nisto, são 216 dias sem o esclarecimento completo desta tentativa de homicídio cometida contra o então candidato a presidente da República que liderava as pesquisas e contrariava a tradição da política brasileira, sem tempo de TV, sem apoios importantes, com campanha focada na internet. De concreto mesmo, apenas a prisão de Adelio Bispo de Oliveira. O resto, até agora, foram especulações teorias sem nenhuma confirmação oficial.

 Sem dúvida a cirurgia e a recuperação do presidente tiveram um peso importante nestes 100 dias. Precisamos admitir. O que vemos de mais forte, entretanto, é uma tentativa de mudança de estratégia de governo. A nova fase é de diálogo com o Congresso, após um período de enfrentamentos, crises e tensões. Uma demonstração de que há acompanhamento, análise e correção de rumos no governo. Isto parece ser positivo.

 100 DIAS DE CARLOS MASSA JUNIOR GOVERNADOR DO PARANÁ

Gilson, e no Paraná? Como estão as coisas, caros ouvintes e internautas da CBN? O que vocês acham?

Nestes dias parece que fica a sensação de que não é preciso inventar a roda, é preciso colocar o estado para andar, fazer acontecer.

 A esperada reforma administrativa continua na Assembleia Legislativa. O Projeto de lei 57/2019, encaminhado pelo governo para debate e votação pelos deputados estaduais está agora na Comissão de Finanças. Já recebeu parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça.

 Pesquisa do Instituto Paraná Pesquisas aponta que o governador Carlos Massa Junior está completando 100 dias de gestão e recebeu a aprovação de 78,4% da população paranaense.  Segundo a pesquisa ele é ótimo para 15,9%, bom par 43,6% e regular para 26,2%. Apenas 6,7% consideram sua administração ruim e 4,3%, péssima. Não souberam responder ou não opinaram 3,3% dos entrevistados.

 Uma coisa não depende do governador e da sua equipe: é a aprovação de economistas em relação às contas e finanças do Paraná.

 Estudo recente, feito com dados de 2018, coordenado pelo economista Paulo Rabello, ex-presidente do IBGE e ex-presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento, membro da equipe contratada pelo novo governador para fazer o plano de metas do estado, mostrou que o Paraná é o melhor estado do Brasil em situação fiscal.

 O novo governo recebeu, segundo dados publicados no portal da transparência, cerca de R$ 6 bilhões no caixa, superávit de quase R$ 2 bilhões e 700 milhões, sendo um terço de recursos livres, aqueles que podem ser utilizados para qualquer tipo de despesa ou investimento.

 ESPERAMOS

Sobre os nossos governos do Brasil e do Paraná desejamos e esperamos que os próximos 100 dias sejam mais produtivos, com resultados melhores e mais visíveis para os brasileiros e os paranaenses.

 DEPUTADO SOLDADO ADRIANO JOSÉ APRESENTA PROJETO DE LEI PROIBINDO VISITAS ÍNTIMAS NAS PENITENCIÁRIAS DO PARANÁ

O deputado estadual Soldado Adriano José apresentou, na tarde desta terça-feira (9), projeto de lei que objetiva a proibição de visitas íntimas nos estabelecimentos penitenciários localizados no Estado do Paraná.

Conforme o projeto, não há previsão legal garantindo as vistas íntimas aos detentos do sistema carcerário nacional, sendo que estas visitas só acontecem por ser uma política carcerária recomendada em uma resolução do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária.

Ainda, conforme o projeto, a medida não decorre somente pelo descontentamento da sociedade, mas em principal como medida de segurança, uma vez que as visitas intimas são utilizadas pelas facções para troca de informações, planejar rebeliões e utilizar do momento destas visitas para deflagrá-las. 

Notícias da mesma editoria