5% dos leitos de UTI estão ocupados por pacientes com suspeita de Covid-19
Prefeitura informa que 13 pacientes estão internados em UTI com suspeita de coronavírus | Foto: ilustrativa/Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Maringá

5% dos leitos de UTI estão ocupados por pacientes com suspeita de Covid-19

Saúde por Luciana Peña em 07/04/2020 - 12:20

De acordo com documento divulgado na última sexta-feira (3), 13 pacientes com suspeita de coronavírus estão internados em UTI, em Maringá. E a cidade tem 266 leitos de unidade de terapia intensiva. O Ministério da Saúde informou que a taxa de ocupação dos leitos vai ser fundamental para decisões sobre a mobilidade social.


Ouça a reportagem completa:

 

No documento detalhado sobre casos de Covid-19 em Maringá, divulgado na última sexta-feira (3), a prefeitura informa que 13 pacientes estão internados em UTI com suspeita de coronavírus. São 11 adultos e 2 crianças. 

O documento também informa que quatro pessoas estão internadas com a doença.  Não há informação se estes quatro pacientes que testaram positivo para a Covid-19 estão em leitos clínicos ou UTI.

Na entrevista coletiva dessa segunda-feira, o secretário de Saúde Jair Biatto informou que Maringá tem hoje  266 leitos de UTI e vai chegar a 354 em breve. São leitos para pacientes de um modo geral. 

Pelos números apresentados, 5% dos leitos de UTI estão ocupados por pacientes com suspeita de coronavírus. 

A taxa de ocupação é um dado importante porque pode definir regras de flexibilização do isolamento, como disse nessa segunda-feira o ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta. [ouça no áudio acima] 

O diretor da 15ª Regional de Saúde de maringá, Ederlei Alkamim, acredita que a taxa de ocupação de leitos é realmente o fator decisivo de agora em diante. [ouça no áudio acima]

O Paraná tem 600 leitos de UTI para o enfrentamento da Covid-19, e quer chegar a 900.