Subsídio de R$0,45 na tarifa do transporte coletivo teria estimulado decisão de greve
Foto: Arquivo/PMM

Impasse

Subsídio de R$0,45 na tarifa do transporte coletivo teria estimulado decisão de greve

Cidade por Luciana Peña em 21/10/2021 - 08:55

Os motoristas do transporte coletivo de Maringá decidiram parar por tempo indeterminado a partir de segunda-feira (25). Eles alegam que a empresa TCCC, além da autorização judicial de reajuste da tarifa em 16,3%, conseguiu do Poder Público um subsídio de R$0,45 em cada passagem. Empresa diz que subsídio ainda está sendo negociado e que é necessário por causa das perdas acumuladas desde 2019.

Os motoristas da empresa Transporte Coletivo Cidade canção (TCCC) decidiram em assembleia paralisar as atividades a partir de segunda-feira (25). E a paralisação é por tempo indeterminado.

Um dos motivos levados em consideração na hora de decidir está a informação de que a Prefeitura de Maringá irá subsidiar a passagem de ônibus em 45 centavos.

O recurso vem do subsídio anual do Passe do Estudante que ainda não está sendo utilizado integralmente, mas seria de alguma forma antecipado, explica o diretor sindical Emerson Viana. [ouça o áudio acima]

O assessor jurídico da TCCC, Fabiano Moreira, alega que o subsídio ainda está sendo negociado, e que é preciso para recompor as perdas que a empresa acumulou durante a pandemia. [ouça o áudio acima]

A empresa diz que já fez a oferta verbal de reajuste salarial de 8,89% aos trabalhadores.

 

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550