Revolucionário, menor aeroporto do mundo leva assinatura de maringaense
Menor aeroporto do mundo tem previsão para iniciar os voos em 2022. Foto: Urban Air Port/Divulgação

Transporte do futuro

Revolucionário, menor aeroporto do mundo leva assinatura de maringaense

Tecnologia por Portal GMC Online em 05/09/2021 - 19:10

Passageiros a bordo de drones com decolagens em praças de Maringá rumo a diferentes bairros e cidades próximas. Esse cenário não está a anos de virar realidade, mas, sim, a 9,7 mil quilômetros de distância. Em Coventry, no Reino Unido, está em desenvolvimento um projeto conhecido como o menor aeroporto do mundo, que tem à frente do time de design o arquiteto maringaense Edson Yabiku, de família com tradição na indústria da construção civil de Maringá.

 

A iniciativa Air-One recebeu £ 1,2 milhão (cerca de R$ 9 milhões) do governo britânico para servir como modelo de mobilidade aérea de emissões zero carbono.

 

O início dos voos está previsto para 2022. O projeto, da empresa inglesa Urban Air Port, foi vencedor do concurso Future Flight Challenge, do governo do Reino Unido, para desenvolver a infraestrutura e os sistemas de aviação para a próxima geração de veículos aéreos elétricos e autônomos.

A primeira unidade terá 200 metros quadrados e será instalada em Coventry, município a 155 quilômetros de Londres, com 305 mil habitantes e que tem a maior proporção de pontos para carregamento de carros elétricos do país.

O Air-One é o primeiro aeroporto mundial para futuros Veículos Elétricos de Pouso e Decolagem Vertical (eVTOL) e estará preparado para atuar em quatro áreas: serviços de táxi aéreo de passageiros, drones logísticos autônomos, gestão de emergência de desastres e operações de defesa e logística.

A infraestrutura pode ser transportada em um contêiner e conta com área de embarque e desembarque, centro de comando, reabastecimento e carregamento de aeronaves, ocupando espaço 60% menor que um heliporto tradicional. Segundo os idealizadores, a estrutura pode ser instalada em questão de dias e em qualquer lugar, com energia limpa.

Os projetistas pensaram em um aeroporto elétrico que ajudará a reduzir congestionamentos, poluição do ar e a alcançar um futuro zero carbono. A infraestrutura poderá ser integrada a veículos elétricos e transporte público sustentável.

A Urban Air Port pretende lançar 200 aeroportos desse modelo em todo o mundo nos próximos cinco anos. Um dos parceiros para fazer o negócio decolar é o Hyundai Motor Group, que está desenvolvendo um eVTOL para ser comercializado até 2028.

Diretor do concurso que elegeu o miniaeroporto como o melhor projeto de transporte aéreo ecológico, Gary Cutts se mostra entusiasmado com o que está por vir. “Tem o potencial de revolucionar cidades em todo o mundo, tornando-as mais conectadas, mais limpas e acelerando nossa recuperação econômica verde.”

Fundador e presidente executivo da Urban Air Port, Ricky Sandhu, vislumbra a reinvenção do transporte como conhecemos hoje. “Carros voadores costumavam ser uma fantasia. Air-One vai propiciar transporte aéreo urbano limpo para as massas.”

Por Carla Guedes/GMC Online 

Acesse GMC Online

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550