Queimadas irregulares geram R$ 10 mil em multas em Maringá
Arquivo/CBN Maringá

Cidade

Queimadas irregulares geram R$ 10 mil em multas em Maringá

Meio Ambiente por Carina Bernardino em 28/03/2019 - 07:28

Foram três autuações aplicadas este ano pela Sema. Em 2018, foram dez autuações e R$ 22 mil em multas.

Até março deste ano, a Ouvidoria Municipal recebeu 97 denúncias de queimadas irregulares em Maringá. Deste total, três resultaram em multas que somadas chegaram a R$ 10 mil. O que chama a atenção é o volume alto de reclamações registrado em poucos meses do ano. É que em 2018 foram 433 denúncias, 90 notificações e R$ 22 mil em multas. O gerente de Fiscalização Ambiental da secretaria de Meio Ambiente de Maringá, Erival Adorno, diz que os flagrantes são difíceis e, que muitas vezes, os proprietários dos terrenos não são os responsáveis pelas queimadas.

 Adorno explica porque a quantidade menor de autuações registradas este ano geraram um valor maior de multas, no comparativo com 2018.

 A queimadas irregulares provocam incêndios em áreas de preservação permanente e até incêndios florestais. A queima irregular do lixo também causa danos à saúde humana, por causa da inalação de fumaça altamente tóxica. De acordo com a Sema, a queimada para a limpeza de terreno tem como penalidade uma multa de R$ 1 mil e o valor é dobrado em cada reincidência. Já a multa para a queima de resíduos é de R$ 5 mil.

 O maior número de reclamações por causa de queimadas em Maringá ocorre entre julho e setembro, durante a estiagem. A Sema reforça que materiais de roçada não precisam ser queimados porque se incorporam e protegem o solo. As queimadas irregulares podem ser denunciadas pelos telefones 153 e 156. E a ajuda para apagar incêndios ambientais deve ser solicitada pelo telefone do Corpo de Bombeiros, o 193.