PUC-PR volta atrás e diz que encerrará atividades presenciais em Maringá em dezembro
Foto: Divulgação/PUC Maringá

Mudança

PUC-PR volta atrás e diz que encerrará atividades presenciais em Maringá em dezembro

Educação por Fabio Guillen/GMC Online em 02/03/2021 - 14:43

A Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), Câmpus Maringá, decidiu manter as aulas presenciais até o fim deste ano, segundo informações divulgadas pela universidade. Inicialmente a reitoria da PUCPR havia anunciado que deixaria as atividades presenciais em Maringá em agosto deste ano. 

De acordo com o vice-reitor da PUC-PR, Vidal Martins, em um vídeo publicado no site da universidade em Maringá, a mudança de planos aconteceu após reuniões com os alunos e professores. A reitoria achou melhor prorrogar a data e ampliar o prazo para os estudantes e funcionários se programarem para a mudança. 

“Em diálogo com os estudantes na semana passada, quando comunicamos as mudanças do campus Maringá, percebemos que se mantivéssemos a operação normal até o final deste ano poderíamos melhorar significativamente as condições de transição dos cursos presenciais para Londrina. Apesar das transferências de cursos entre universidades poderem ocorrer a qualquer tempo, os currículos dos cursos costumam ser anuais e o melhor momento para realizar transferências, sem prejuízos acadêmicos, é o início do ano letivo”, disse Martins em vídeo na página da PUC-PR. 

Segundo a reitoria, a transformação do Câmpus Maringá em um pólo de Ensino à Distância (EaD) será iniciada no primeiro semestre de 2022. Para garantir que estudantes e familiares se programem com os trabalhos de conclusão de curso, contratos de aluguel, estágios e financiamento estudantil, a reitoria prorrogou em um ano a mudança na modalidade de ensino.

A universidade informou ainda que vai oferecer transporte e seguro de vida aos estudantes que decidirem por essa mudança. A outra opção é concluir a graduação na modalidade EaD. Segundo a reitoria, as mudanças precisam acontecer porque a universidade parou de crescer na modalidade presencial, por isso, o foco será somente o EaD a partir de 2022. 

Logo após os anúncios da mudança e da transição até agosto, os estudantes fizeram protestos na frente da universidade para pedir a continuidade dos cursos presenciais em Maringá até o fim de cada turma. 

Acesse GMC Online

 

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550