Política é para todos e não pode ser desprezada pela maioria da população

Segundo filósofo

Política é para todos e não pode ser desprezada pela maioria da população

Política por Gilson Aguiar em 07/01/2020 - 11:52

O filósofo e doutor em Educação Reginaldo Bordin critica o imediatismo que norteia a ação da maioria das pessoas e leva ao esvaziamento dos debates políticos. Bordin considera que hoje estamos dando valor a debates precários e sem significados profundos. Para ele, isso nos leva a cair em radicalismos tolos que prejudicam a convivência democrática. Para ele, professor e filósofo, há um desapontamento com o momento de empobrecimento no debate de temas importantes o que prejudica a melhora da vida das pessoas em uma sociedade democrática.