Polícia tem o nome do motorista que atropelou avô e neta e fugiu sem prestar socorro em Maringá
Foto: Reprodução/Câmeras de Segurança

Trânsito

Polícia tem o nome do motorista que atropelou avô e neta e fugiu sem prestar socorro em Maringá

Trânsito por Luciana Peña em 10/09/2021 - 10:30

O atropelamento foi no sábado (4), numa faixa de pedestre. A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) vai retomar as campanhas de conscientização sobre o uso das faixas de segurança. O que motoristas e motociclistas não entendem é que a prioridade é sempre do pedestre.

No último sábado (4), um homem foi atropelado na faixa de pedestre em Maringá. Osmar Coladrao, de 56 anos, atravessava a faixa de pedestre com a netinha no colo.

Os dois foram socorridos e levados para o Hospital Metropolitano. Segundo o hospital, Osmar permanece internado, mas na enfermaria.

O motorista que atropelou Osmar e a netinha fugiu sem prestar socorro, mas a polícia já tem o nome e trabalha para localizar o veículo, diz o delegado Fernando Garbelini. [ouça o áudio acima]

O caso é mais um episódio de imprudência no trânsito. As imagens são impressionantes.

Mas afinal, por que pedestres são atropelados num espaço em que deveriam ter segurança garantida. Falta conscientização? Faltam campanhas junto à população?

O secretário de Mobilidade Urbana, Gilberto Purpur, diz que o motorista e o motociclista acreditam que a via pública é deles por direito, quando na verdade o dono da rua é o pedestre. [ouça o áudio cima]

Mas os motoristas têm direito a questionar. As faixas de pedestres estão colocadas em locais adequados?

Por exemplo: logo após um cruzamento.[ouça o áudio cima]

E se estou numa avenida e preciso entrar em outra, perpendicular? Para seguir em frente o sinal está aberto aos carros. Mas para virar? Devo dar preferência aos pedestres? [ouça o áudio cima]

E as faixas de pedestres logo após as rotatórias? [ouça o áudio cima]

E o que o pedestre deve fazer, qual a parte dele, numa travessia segura?

Esse ano dois pedestres morreram atropelados em Maringá. Um dos casos foi no último domingo (5) e a vítima estava fora da faixa de pedestre.

 

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550