Pandemia foi “positiva” para redução do tráfico, avalia Denarc
Imagem ilustrativa/Foto: Jaelson Lucas / ANPr

Seis meses

Pandemia foi “positiva” para redução do tráfico, avalia Denarc

Segurança por Victor Simião em 04/07/2020 - 10:39

O coronavírus mudou o nosso trabalho, mas também fechou fronteiras e reduziu o tráfego de pessoas, explicou delegado responsável. No primeiro semestre deste ano, o volume de apreensões diminuiu na delegacia sediada em Maringá, no comparativo com o ano passado.

A pandemia do novo coronavírus mudou o funcionamento das forças de segurança, o que resultou num volume menor de apreensões de drogas na Divisão Estadual de Narcóticos da Polícia Civil em Maringá. Se isso em um primeiro momento parece ruim, não é bem assim, na avaliação do delegado Leandro Roque, que chefia a Denarc.

Nos primeiros seis meses deste ano, a divisão prendeu 40 pessoas e retirou de circulação 3,5 toneladas de droga, em operações na cidade e região. No primeiro semestre de 2019, foram presas cem pessoas e apreendidas mais de seis toneladas de drogas.

A CBN conversou com o delegado Leandro Roque. Há uma série de fatores para a redução. A pandemia alterou o número de trabalhos - já que é necessário evitar aglomeração de pessoas. Por outro lado, também fechou fronteiras, algo positivo, avaliou o delegado. [ouça no áudio acima]