Pai e filho suspeitos de agredir dono de motel em Mandaguari prestam depoimento à polícia; empresário morreu
Pai e filho captados pela câmera de segurança. Foto: Câmera de segurança

Investigação

Pai e filho suspeitos de agredir dono de motel em Mandaguari prestam depoimento à polícia; empresário morreu

Segurança por Portal GMC Online em 13/04/2022 - 11:53

Pai e filho que confessaram ter agredido o empresário Edilson Campos, de 55 anos, dono de um motel às margens da PR-444, em Mandaguari, foram localizados em Cambé e encaminhados para a delegacia de Mandaguari, nessa terça-feira (12), onde prestaram depoimento. O crime aconteceu em março e a polícia investiga o caso desde então.

Segundo as investigações, os dois homens estavam de moto e agrediram a vítima violentamente em 24 de março. Houve uma discussão porque eles pararam as motos em frente ao motel e estariam atrapalhando o movimento, segundo o dono. Uma câmera de segurança registrou parte da confusão e as imagens mostram a movimentação dos suspeitos. Veja o vídeo abaixo.

Após a agressão, a vítima foi socorrida em estado grave com fraturas, traumatismo craniano e hemorragia. Campos ficou 15 dias na UTI do Hospital Metropolitano de Sarandi, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no último sábado (9).

Em depoimento, pai e filho disseram que viajavam sentido a Maringá, onde teriam alguns compromissos, mas pararam na entrada do motel para se abrigarem da chuva. O proprietário, então, reclamou e pediu que eles deixassem o local, para evitar constrangimento aos clientes. A partir daí, houve a briga, e os motociclistas bateram no empresário. Eles disseram que agiram em legítima defesa.

Após prestarem depoimento, os dois foram liberados e vão responder pelo crime de lesão corporal seguido de morte.

O empresário era casado e tinha um filho de 10 anos.