MP reforça pedido para que regiões mais afetadas entrem em quarentena
Foto: Divulgação/MP-PR

Coronavírus

MP reforça pedido para que regiões mais afetadas entrem em quarentena

Paraná por Luciana Peña em 20/07/2020 - 12:08

O Ministério Público esperava que o Governo do Paraná prorrogasse o decreto com medidas restritivas, o que não aconteceu. A recomendação é também para que as promotorias avaliem a situação em cada comarca e entrem com ações, se necessário.

Em junho, o Ministério Público ingressou com uma ação na Justiça pedindo quarentena rigorosa em algumas regiões do estado, entre elas a região oeste.

O Ministério Público pedia inclusive lockdown, que é o fechamento total das atividades, mantendo em funcionamento apenas as atividades essenciais.

Mas o Governo do Estado decretou quarentena em sete regionais de saúde e o Ministério Público entendeu a ação como suficiente.

Mas havia uma expectativa, por parte dos procuradores e promotores, de que o decreto fosse prorrogado e não foi.

Por isso, na semana passada o Ministério Público reiterou o pedido de quarentena e até lockdown em cidades mais afetadas pela Covid-19.

O procurador-geral de Justiça do MPPR, Gilberto Giacoia, diz que faltam dados técnicos que justifiquem a flexibilização neste momento.[ouça no áudio acima]

A promotora de Justiça da Saúde de Maringá, Michele Nader, que assina a ação, diz que o pedido é para a quarentena por mais 15 dias nas cidades citadas no documento.[ouça no áudio acima]

O Ministério Público também recomenda às promotorias que ajuízem ações locais, pedindo medidas restritivas, se entenderem necessário. Os dados de Maringá são analisados todos os dias, mas não justificam ainda medidas mais restritivas do que as que já estão em vigor.[ouça no áudio acima]