Maringá e Sarandi registram 1º caso de dengue grave
foto: Agência Brasil

Saúde

Maringá e Sarandi registram 1º caso de dengue grave

Saúde por Portal GMC Online em 23/04/2019 - 18:35

Maringá e Sarandi registraram o primeiro caso de dengue grave (que antes era denominada dengue hemorrágica) do ano. A informação consta no boletim epidemiológico semanal, divulgado nesta terça-feira (23) pela Secretaria da Saúde do Paraná (Sesa).

Em Sarandi, o setor de epidemiologia da Secretaria Municipal de Saúde informou que o paciente precisou ficar internado, mas já teve alta e passa bem. Já sobre o caso de Maringá, a reportagem aguarda informações da prefeitura.

Em Maringá, o número de casos de dengue confirmados dobrou em uma semana. A cidade contabiliza 108 casos de dengue, enquanto no boletim anterior eram 53. Maringá é a terceira cidade do Paraná com maior número de casos suspeitos, somando 1.674 notificações da doença. A cidade fica atrás somente de Foz do Iguaçu, com 2.677 casos, e Londrina, com 7.758.

Já Sarandi tinha 4 casos de dengue confirmados no boletim anterior, enquanto no de hoje constam 22 casos. De acordo com a Sesa, o Paraná apresenta 4.191 casos confirmados da doença. São 1.077 casos a mais que na semana anterior, que apresentou 3.114 casos confirmados de dengue.

Ao todo, são 170 municípios com casos confirmados de dengue e 22 registram situação de epidemia. Os que registram maiores índices de infestação são: Japurá, Francisco Alves, Lupionópolis, Porto Rico, Uraí, Itambé, Leópolis, Santa Mariana, Alvorada do Sul e Loanda.

Em alerta para epidemia são 18 municípios, entre eles Paranacity, Cruzeiro do Sul, Primeiro de Maio, Bandeirantes, Cianorte e Icaraíma. A forma grave da doença foi registrada em Londrina, Foz do Iguaçu, Cascavel, Sarandi, Maringá e Sertanópolis.

Por Portal GMC Online