Igrejas católicas e evangélicas seguem fechadas em Maringá
Imagem Ilustrativa/Pixabay/Domínio Público

Novo decreto

Igrejas católicas e evangélicas seguem fechadas em Maringá

Cidade por Victor Simião em 31/03/2020 - 18:02

Apesar da nova medida do Governo do Paraná que permite ações individuais, ordem dos pastores e arquidiocese dizem seguir o decreto municipal. Ou seja, decreto do Governo do Estado não irá alterar nada.
 

 

Em novo decreto, o Governo do Paraná ampliou o número de atividades consideradas essenciais no Estado. A medida foi tomada nesta terça-feira (31). Agora, passaram de 33 para 40 o número de setores que podem funcionar. Um deles é o de atividades religiosas: igrejas e templos podem voltar a abrir, mas apenas para atendimentos individuais. Missas e cultos, por exemplo, devem ser feitos de forma online.

Em Maringá, um decreto municipal impede aglomerações. Com isso, a arquidiocese, que representa a igreja católica, e a Open, Ordem dos Pastores, que reúne 280 pastores de diversas igrejas evangélicas, decidiram suspender as ações.

Apesar do novo decreto do Governo do Paraná, tanto a Open quanto a arquidiocese vão manter a atual posição.

No caso da igreja católica, seguem suspensas missas, batizados, catequeses e afins.

O pastor Alexandre Ferrarezi, presidente da Ordem dos Pastores, disse que os líderes que fazem parte do grupo vinham seguindo o decreto municipal. Até esse momento, é o que continua sendo feito. Caso haja alguma mudança, aí eles vão reavaliar, explicou.