Feriados prolongados e época de férias reduzem o estoque de sangue do Hemocentro Regional
Imagem ilustrativa/Foto: Reprodução/internet

Redução de doações

Feriados prolongados e época de férias reduzem o estoque de sangue do Hemocentro Regional

Saúde por Rodisley Souza em 25/11/2019 - 16:52

O hemocentro atende hospitais de Maringá e de mais 29 municípios que compõem a 15ª Regional de Saúde. Além de serviços de hemoterapia. 

 

Nesta segunda-feira (25) é celebrado o Dia Nacional do Doador de Sangue. Segundo a diretora do Hemocentro Regional de Maringá, Márcia Regina, no momento o hemocentro não está precisando de sangue. Mas feriados prolongados estão próximos e, ao fim do ano, muitas pessoas saem para viajar. Destas, muitas são doadores de sangue, e daí o hemocentro fica com um baixo estoque.

De acordo com a assistente social Angela M. Tessaro, mensalmente aparecem no hemocentro em torno de 1.200, 1.300 candidatos para doar sangue. Mas, desse total, de 25% a 30% não são considerados aptos para doação. É que, antes de ser feita a coleta do sangue, os candidatos passam por triagem, para avaliar se eles atendem aos requisitos necessários à doação de sangue e para verificar se eles não têm anemia.

Segundo a diretora do hemocentro, para não ficar com um baixo estoque de sangue, o número ideal de doações por dia é entre 40 e 50 dações. 

O Hemocentro Regional de Maringá atende hospitais de Maringá e de mais 29 municípios que compõem a 15ª Regional de Saúde. Juntos, esses municípios têm uma população de pouco mais de 838 mil pessoas, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).  Além da 15ª, o hemocentro também atende serviços de hemoterapia. 

Aos interessados em doar sangue, o Hemocentro Regional de Maringá funciona de segunda à sexta-feira, das 7h às 18h30. E aos sábados, das 7h às 12h30. O endereço é: Av. Mandacaru, 1590 - Parque das Laranjeiras.

DECIDI DOAR SANGUE, O QUE PRECISO SABER?

ANTES DE DOAR

Tem ações e doenças que causam impedimento temporário ou definitivo ao interessado em doar sangue. Para saber mais sobre isso, CLIQUE AQUI.

Mas, em resumo, quem deseja doar sangue precisa:

>> Estar em boas condições de saúde

>> Ter entre 16 e 69 anos

>> Pesar mais de 50 kg

>> Estar descansado (e alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação)

>> Apresentar documento de identificação, emitido por órgão oficial, sendo aceita fotocópia autenticada do documento, desde que as fotos e inscrições estejam legíveis e as imagens permitam a identificação do doador

>> Para doação de primeira vez o limite de idade é de 60 anos e 

>> Jovens com 16 e 17 anos devem estar acompanhados de um responsável legal que assinará um termo de consentimento.

 

Intervalo entre uma doação e outra

>> Homens: 2 meses (máximo de 4 doações no período de 1 ano).

>> Mulheres: 3 meses (máxima de 3 doações no período de 1 ano).

 

Impedimentos temporários:

>> Gripe, resfriado e febre: aguardar 7 dias após o desaparecimento dos sintomas;

>> Período gestacional;

>>Período pós-gravidez: 90 dias para parto normal e 180 dias para cesariana;

>> Amamentação: até 12 meses após o parto;

>> Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação;

>> Exames/procedimentos com utilização de endoscópio nos últimos 6 meses;

>> Exposição a situações de risco acrescido para doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses após a exposição;

>> Vacina da febre amarela ou sarampo: aguardar 4 semanas após a vacinação;

>> Tratamento dentário cirúrgico (como extração, tratamento de canal): 7 dias após o procedimento e/ou suspensão dos medicamentos.


Critérios definitivos de impedimento:

>> Ter passado por um quadro de hepatite após 11 anos de idade;

>> Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV 1 e 2 e Doença de Chagas;

>> Uso de drogas ilícitas injetáveis.

*Fonte: saúde.gov 

APÓS A DOAÇÃO

1. Permaneça sentado por pelo menos 15 minutos. Coma e beba o lanche oferecido.

2. Tome quantidades extras de líquidos nas primeiras 24 horas. Isto ajudará na reposição do volume perdido durante a doação.

3. Não fume por 60 minutos.

4. Não tome bebidas alcoólicas no dia da doação.

5. Mantenha o curativo no local da punção por no mínimo 4 horas. Se houver sangramento aplique uma pressão sobre o local por 2 a 4 minutos. Caso ocorra hematoma coloque compressa de gelo.

6. Não force e não carregue peso com o braço da doação. Isto previne sangramentos e ajuda na cicatrização do local da punção.

7. Não faça atividades físicas por no mínimo 12 horas após a doação.

8. Se, após deixar o local da doação você sentir mal-estar, tontura, fraqueza ou sensação de desmaio, sente-se em qualquer local e coloque a cabeça entre os joelhos ou deite-se no chão com as pernas elevadas e aguarde.

9. Não volte ao trabalho se sua ocupação for perigosa. Aguarde 12 horas se você for operador de máquina de corte, prensa ou motorista por profissão. Aguarde 12 horas se você for trabalhar em andaimes, como pessoal de vôo ou paraquedismo;

10. Se você estiver dirigindo motocicleta ou bicicleta, deverá aguardar no mínimo 30 minutos no local, após a doação.

11. Se você apresentar diarreia, febre ou outros sintomas até 7 dias após a doação, avise o Hemocentro.