Falta d’água em Maringá: Veja os bairros que ainda enfrentam o desabastecimento
Imagem de Susanne Jutzeler, suju-foto por Pixabay

Transtornos

Falta d’água em Maringá: Veja os bairros que ainda enfrentam o desabastecimento

Cidade por Monique Manganaro/GMC Online em 14/09/2020 - 10:19

Neste fim de semana, o rompimento de uma adutora de grande porte do Sistema Pirapó afetou o abastecimento de água em Maringá. De acordo com a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), aproximadamente 15 mil imóveis foram afetados e milhares de famílias ficaram sem água, ao menos, desde sábado, 12. 

Nesta segunda-feira, 14, mesmo após dois dias de trabalho das equipes, cerca de 2.500 imóveis em pelo menos 10 bairros maringaenses continuam sem água: Itatiaia, Karina, Nova América, Regente, Parigot de Souza, Jardim da Glória, Ibirapuera, Industrial, Loteamento Liberdade e parte alta do Jardim América.

Conforme informações da companhia, a própria empresa utiliza caminhões-pipa que complementam o nível do reservatório localizado no Jardim das Américas. Com o trabalho das equipes, a Sanepar pretende finalizar os reparos até o início da tarde desta segunda, restabelecendo completamente o abastecimento nesses locais. 

Entre sábado e domingo, 13, 44 bairros de Maringá chegaram a ser atingidos pela falta d’água: Colina Verde, Conjunto Champagnat, Conjunto Itaparica, Conjunto Léa Leal, Conjunto Habitacional Champagnat, Conjunto Residencial Itatiaia, Conjunto Residencial Parigot de Souza, Conjunto Residencial Piatã, Conjunto Guaiapó, Requião IV, Guararapes, Vila Cafelândia, Jardim Colina Verde, Jardim Novo Oásis, Jardim Paulista, Jardim Paulista I, II, III e IV, Jardim da Gloria, Jardim Internorte, Vila Regina, Vila Ipiranga, Jardim Oásis, Jardim Pinheiros, Jardim América, Jardim Atlanta, Jardim Campos Eliseos, Village Blue, Jardim Pinheiros, Conjunto Residencial Karina, Jardim América, Jardim Nova América, Loteamento Liberdade, Lotes 58 a 63, Parque Industrial Zigmunt Kroshoski, Parque Ibirapuera, Parque Industrial I e II, Parque Residencial Regente e rede João Scramim Filho.

Neste domingo, a prefeitura de Maringá decidiu abrir 11 escolas e creches em diversas regiões da cidade para fornecer água a quem sofria com o desabastecimento. 

Segundo a Sanepar, a recomendação é para que todos os imóveis tenham caixa d’água para que, em casos de desabastecimento, ao menos atividades básicas como alimentação e higiene pessoal possam ser feitas. 

Para relatar problemas na distribuição, o consumidor pode entrar em contato com a companhia pelo telefone 0800 200 0115, que funciona 24 horas. Ao ligar, é preciso ter em mãos a conta de água ou o número dea matrícula.

A empresa também disponibiliza o aplicativo para celular Sanepar Mobile e o site: www.sanepar.com.br

Atualizado às 14h15- Em entrevista ao CBN Maringá 1ª Edição, o gerente geral da Sanepar na região noroeste, Sérgio Portela, falou sobre o assunto.