Excesso de lixo é na proporção do excesso da interferência do Estado
Imagem Ilustrativa/Foto: UNU

Meio Ambiente

Excesso de lixo é na proporção do excesso da interferência do Estado

Meio Ambiente por Gilson Aguiar em 03/01/2020 - 17:04

Segundo o doutor em Direito Ambiental Rogel Martins Barbosa, a burocracia acaba por inibir uma política adequada dos resíduos. O tratamento e reciclagem de lixo pode ser um grande negócio, mas o poder público burocratiza o serviço e inibe a inibe a iniciativa privada que poderia investir e obter retorno com o setor. Para Barbosa, falta educação por parte da população, sem dúvida, poderíamos ter práticas mais adequadas com o lixo que produzimos, porém, a interferência do Estado é o maior problema.