Ex-aluno é condenado a se retratar após ofender reitor em grupo de WhatsApp
Imagem Ilustrativa | Foto: Arquivo/Agência Brasil

Redes Sociais

Ex-aluno é condenado a se retratar após ofender reitor em grupo de WhatsApp

Educação por Luciana Peña em 21/09/2021 - 12:35

O caso aconteceu em 2020 e a decisão da Justiça saiu no final de agosto deste ano. O ex-aluno registrou em cartório a carta de retratação pública, no último dia 10, pedindo desculpas. “Rede social não é terra sem lei”, diz reitor, vítima de ofensas.

O reitor do Centro Universitário Cidade Verde (UniFCV), de Maringá, José Carlos Barbieri, publicou nesta terça-feira (21), na página pessoal dele no Facebook, a carta de retratação do ex- aluno da instituição.

Uma forma de tornar pública uma decisão da Justiça que confirma: ‘rede social não é terra sem lei”.

Em 2020, o ex-aluno, que foi condenado na Justiça a se retratar, escreveu num grupo de WhatsAPP da faculdade uma série de xingamentos contra o reitor.

Era o início da pandemia e o acadêmico criticava a falta de desconto nas mensalidades.

Mas a crítica ultrapassou os limites e o reitor entrou na Justiça com um pedido de responsabilização cível e criminal. [ouça o áudio acima]

O ex-aluno foi condenado em primeira instância, não recorreu, e registrou em cartório uma carta de retratação. E o reitor foi autorizado ainda a dar publicidade a esta carta. O que ele fez. [ouça o áudio acima]

O ex-aluno da instituição também foi condenado a pagar uma indenização em dinheiro.

 

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550