Empresários reclamam de aglomeração em evento político em Maringá
Imagem: Reprodução/Redes Sociais

Dois pesos e duas medidas

Empresários reclamam de aglomeração em evento político em Maringá

Política por Victor Simião em 05/10/2020 - 12:12

No fim de semana, um ‘adesivaço’ mobilizou pessoas e automóveis. A ação foi coordenada por um deputado estadual em apoio a um candidato a prefeito. Ambos disseram que respeitam as normas de segurança para evitar o contágio da Covid-19. Segundo Prefeitura, ‘drive thru’ para colar adesivos não é entendido como evento. Logo, não precisa de autorização da Secretaria de Saúde.


O fim de semana foi agitado politicamente em Maringá, e em ao menos um dos casos uma situação revoltou empresários. No sábado (03), um evento mobilizado pelo deputado estadual Do Carmo (PSL) reuniu pessoas e automóveis. Era um ‘adesivaço’ em veículos para apoiar o prefeito Ulisses Maia (PSD), candidato à reeleição. Foi feito estilo ‘drive thru’.

Em vídeos compartilhado nas redes sociais, não é possível saber quantas pessoas estão reunidas, mas, em determinados momentos, crianças são vistas, assim como pessoas sem máscaras.

Entre outras mensagens, empresários disseram que era hipocrisia, já que havia aglomeração e que, para o setor de eventos, tem havido dificuldades de autorização para trabalhar.

Desde o final de setembro, a Prefeitura de Maringá autoriza, mediante uma série de regras, eventos para até cem pessoas. O objetivo é evitar o contágio da Covid-19

Um dos empresários que se revoltaram com a imagem foi o proprietário de um centro de eventos. Euler da Silveira disse que espaço dele tem capacidade para receber mais de 3 mil pessoas. Desde o início da pandemia, está fechado. Na avaliação do empresário, seria importante poder reabrir de forma proporcional - não limitando até cem pessoas. Segundo o Silveira, a imagem do ‘adesivaço’ fim de semana é triste. [ouça no áudio acima]

O fato de ter crianças no local também chamou a atenção. É que as escolas privadas não podem reabrir para atendimentos individuais ou em grupos até o momento, o que tem revoltado o setor. Na avaliação de um representante consultado pela CBN nesta segunda-feira (05), a Prefeitura esqueceu deles.

A CBN procurou os citados na reportagem.

O deputado estadual Do Carmo explicou o que houve por meio de nota. Segundo ele, os protocolos da saúde foram seguidos; “realizando até controle de temperatura das pessoas nos carros, alcool em gel na mãos, entre outros”. Ainda conforme o deputado, o evento durou uma hora e meia. O político também disse que “é compreensível que os outros concorrentes tentem politizar qualquer ação, na busca desvairada da ascensão política”.

A reportagem falou com assessoria de comunicação da campanha do prefeito Ulisses Maia. Em nota, a resposta foi a de que o “prefeito participou do evento, assim como de tantos outros, sempre respeitando os protocolos de prevenção ao coronavírus”.

Em relação a autorização de eventos em Maringá, a reportagem procurou a Prefeitura Municipal. A assessoria de imprensa respondeu por meio de nota. Desde o fim do mês passado, foram feitos 12 pedidos para realização de eventos com mais de 50 pessoas. Apenas um não foi liberado Eventos com até 50 pessoas foram autorizados. Quanto às ações de drive thru para adesivar veículos, a Prefeitura informou que não se configura evento e, portanto, não é necessário ter autorização da Secretaria de Saúde.