Dos 224 presos que saíram da Cpim, nove não voltaram
Foto: Cleber França

Saída temporária

Dos 224 presos que saíram da Cpim, nove não voltaram

Segurança por Victor Simião em 10/01/2020 - 11:54

Eles deixaram o local de forma temporária, nas festividades de fim de ano. O número é considerado como dentro dos padrões. Quem não voltou é considerado foragido da Justiça.

 

224 presos da Colônia Penal e Industrial de Maringá, uma casa de custódia de regime semiaberto, receberam o benefício da saída temporária no fim de 2019. 93 na semana do Natal e 131 na semana do Ano Novo. Desse total, nove não voltaram. Quatro deles deveriam ter se apresentado até o dia 27 de dezembro; cinco, até o dia 02 de janeiro. Agora, todos são considerados foragidos da Justiça.

O número de presos que não voltou é está no nível normal. 

Quando os foragidos forem encontrados, perderão benefícios e vão para uma unidade fechada, explicou o diretor da Cpim, Osvaldo Machado.

Por ano, presos do regime semiaberto podem sair até cinco vezes, ficando fora até 35 dias. Para conseguir o benefício, uma série de fatores é levado em conta, como boa conduta. 

A Colônia Penal e Industrial de Maringá tem 308 presos atualmente. A capacidade é para 330 detentos.