Conselheiro tutelar é afastado na região por suspeita de pedofilia
Foto: Divulgação/MP

Investigação

Conselheiro tutelar é afastado na região por suspeita de pedofilia

Segurança por Fabio Guillen/GMC Online em 01/06/2021 - 19:35

A Justiça afastou nesta terça-feira (1º), um conselheiro tutelar de Mariluz, cidade no Noroeste, por suspeita de envolvimento com o crime de pedofilia. A decisão atende pedido feito pelo Ministério Público do Paraná (MPPR), por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Goioerê. 

De acordo com o MPPR, o homem, de 28 anos, foi denunciado pelo crime de estupro de vulnerável praticado em ambiente virtual, por haver tentado, em 2017, seduzir uma menina então com 13 anos, usando um perfil falso em uma rede social, alegando trabalhar em uma agência de modelos.

Conforme a denúncia, o réu conseguiu fotos íntimas da vítima e então “passou a constrangê-la, por no mínimo 13 vezes, mediante grave ameaça”. Segundo o apurado, ele dizia que enviaria as fotos a pessoas próximas do convívio da vítima e a coagia a enviar outras imagens com conteúdo sexualizado, chegando a sugerir que se encontrassem em um motel.

Após uma série de ameaças, segundo a investigação, a vítima contou o que estava acontecendo para os pais e procurou a polícia. Além disso, também usando nome falso, o suspeito teria tentado agenciar uma criança de cinco anos de idade para prática de atos libidinosos, havendo indícios de reiteração de condutas criminosas ao longo dos anos.

A Justiça não divulgou o nome do suspeito, já que o processo segue em segredo. O Conselho Tutelar de Mariluz não vai se pronunciar sobre o caso.

Acesse GMC Online

 

Quer enviar sugestão, comentário, foto ou vídeo para a CBN Maringá? Faça contato pelo WhatsApp (44) 99877 9550