Cidades da região noroeste estão em situação de alerta, diz Sanepar
Imagem Ilustrativa | Foto: Arquivo/AEN

Crise hídrica

Cidades da região noroeste estão em situação de alerta, diz Sanepar

Paraná por Letícia Tristão em 23/09/2021 - 16:12

Em Maringá, a Sanepar garante que a situação está tranquila porque o Rio Pirapó é bastante perene. A previsão para a primavera é que a situação da crise hídrica deve se manter no Paraná. Seis cidades do interior enfrentam rodízio no abastecimento de água e 19 cidades estão em situação crítica, informa a Sanepar. 

A previsão para a primavera no Paraná é de chuva abaixo da média e temperatura elevada, o que aumenta o consumo de água.

O Paraná vem enfrentando a pior crise hídrica da história, com seis municípios tendo rodízio no abastecimento de água, além de Curitiba, na região noroeste: Jandaia do Sul e Jardim Alegre.

Nesta quinta-feira (23), a Sanepar divulgou mais municípios da região que entram em estado de alerta para a falta de água por causa da redução do nível dos mananciais: Mandaguaçu, Goioerê e Iretama.

Com relação a Maringá, de acordo com o gerente Geral da Sanepar na Região Noroeste, Sergio Portela, a situação hídrica é tranquila, já que o Rio Pirapó, que abastece a cidade, é bastante perene. [ouça o áudio acima]