Audiência Pública debate o retorno às aulas presenciais em Maringá
Imagem Ilustrativa | Foto: Arquivo/AEN

Legislativo

Audiência Pública debate o retorno às aulas presenciais em Maringá

Política por Luciana Peña em 12/04/2021 - 09:59

Especialistas na área da educação e saúde vão discutir se a educação é atividade essencial e deve ser retomada presencialmente. Vereador que coordena a audiência diz que a pandemia estimulou o trabalho infantil e a deficiência mutricional. 

O cenário ideal neste momento seria que todos os professores fossem vacinados para a retomada segura às salas de aula.

Mas pelo ritmo da vacinação ainda vai demorar para chegar este momento.

Enquanto isso, outras atividades estão sendo retomadas. Até bares estão reabrindo, mas na educação só as escolas que ganharam autorização da Justiça estão recebendo alunos com limite de 30% da capacidade.

Um projeto de lei municipal determina que a educação seja atividade essencial em Maringá.

Antes de ser levado à votação, o projeto será debatido em audiência pública. O evento online será na noite desta segunda-feira (12), explica o vereador Sidnei Telles, um dos autores da proposta de lei. [ouça o áudio acima]

Tornar a educação essencial é o primeiro passo para debater o retorno de aulas presenciais no momento em que os números de contaminação diminuem e outras atividades são retomadas com restrições.

Esperar pela vacinação é muito arriscado, diz o vereador. Isso porque a pandemia está prejudicando o futuro de crianças pobres. Há casos de trabalho infantil e deficiência nutricional. [ouça o áudio acima]

A audiência pública começa às 18h30.