5,5 milhões de beneficiários deixaram de receber o Auxílio Emergencial no Paraná
Governo Federal desembolsou R$ 13,2 bi com o pagamento dos benefícios apenas no Paraná | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Economia

5,5 milhões de beneficiários deixaram de receber o Auxílio Emergencial no Paraná

Paraná por Victor Ramalho/GMC Online em 04/01/2021 - 20:35

Os números foram divulgados pela Caixa Econômica Federal, a pedido da CBN, nesta segunda-feira. Ao todo, o Governo Federal desembolsou R$ 13,2 bi com o pagamento dos benefícios em todo o Estado.

O fim do Auxílio Emergencial impactou diretamente a vida de 5,5 milhões de paranaenses. O número diz respeito a quantidade de pessoas que deixaram de receber o benefício em todo o Paraná e foi divulgado pela Assessoria de Imprensa da Caixa Econômica Federal, a pedido da CBN, nesta segunda-feira (4).

De acordo com a instituição financeira, entre parcelas integrais do Auxílio Emergencial, do Auxílio Extensão e do benefício pago para mães solteiras, o Governo Federal desembolsou R$ 13,2 bi com os pagamentos apenas no Estado, de abril a dezembro de 2020.

O Auxílio Emergencial foi um benefício que instituiu o pagamento de três parcelas de R$ 600 para trabalhadores informais e de baixa renda, microempreendedores individuais e beneficiários do INSS como ajuda para amenizar os impactos econômicos causados pela covid-19.

Em julho, o Governo Federal anunciou o pagamento de mais duas parcelas de R$ 600. Em setembro, outras quatros parcelas de R$ 300 foram autorizadas.

Para o economista e colunista da CBN, João Ricardo Tonin, o impacto econômico será sentido não só pelos brasileiros, como também pela União. Ele ressalta, no entanto, que devido ao déficit alto, não seria viável a continuidade do benefício e os Estados precisarão de estratégias para controlar a dívida. [ouça no áudio acima]

A Caixa Econômica Federal encerrou o calendário de pagamentos no dia 29 de dezembro, com o depósito na poupança digital de 3,2 milhões de brasileiros nascidos em dezembro, que não faziam parte do Bolsa Família.