Uso facultativo de simulador de direção entra em vigor em 10 de setembro
Imagem ilustrativa/AEN

Era obrigatório

Uso facultativo de simulador de direção entra em vigor em 10 de setembro

Por Carina Bernardino em 04/09/2019 - 17:00

Equipamentos são utilizados no processo de primeira habilitação. Em Maringá, proprietários de autoescolas têm esperança de que obrigatoriedade continue e defendem o uso dos simuladores

Player Ouça a reportagem

Os simuladores de direção se tornaram obrigatórios no Paraná no dia 1º de julho de 2016 após resolução do Contran (Conselho Nacional de Trânsito). Em Maringá, autoescolas da Acencon (Associação dos Centros de Formação de Condutores) investiram R$ 400 mil em nove equipamentos para uso compartilhado. Outros quatro estabelecimentos fizeram suas próprias aquisições.

Três anos depois, o Contran decidiu que o uso de simuladores na formação de motoristas não será mais obrigatório, mas sim facultativo. A decisão é de junho e entra em vigor na próxima semana, no dia 10 de setembro. O vice-presidente da Acencon, Valdirclei Rasimaviko Rejani, diz que proprietários de autoescolas maringaenses têm esperança da continuidade da obrigatoriedade. 

Rejani defende porque o simulador é importante no processo de habilitação de novos condutores.

Das 26 autoescolas existentes em Maringá, 15 são filiadas a Acencon. Para o Contran, a retirada dos simuladores vai reduzir a burocracia e baixar, em até 15%, o custo para tirar a primeira habilitação. Com fim da obrigatoriedade, a quantidade de horas-aula que o novo motorista terá que cumprir antes de retirar a carteira cairá de 25h para 20h, porque cinco horas eram de aulas no simulador. 

 

Notícias Relacionadas

Notícias da mesma editoria