Temporal derruba pelo menos 20 árvores em Maringá
Foto: Reprodução/Redes sociais

Temporal derruba pelo menos 20 árvores em Maringá

Cidade por Luciana Peña em 08/10/2020 - 09:58

Uma das árvores por pouco não atingiu um morador. O Simepar prevê mais temporais nos próximos dias. A boa notícia é que o calorão vai embora e a primavera volta a ser como a gente conhece: com temperaturas máximas em torno de 30 a 35 graus, mas sem o desconforto térmico das últimas semanas.

Nos últimos dias a temperatura tem batido recordes constantes. Em Maringá chegou a quase 42 graus.

Mas o pior não é a temperatura máxima. O pior é o desconforto térmico porque essa temperatura elevada tem se mantido alta durante várias horas ao longo do dia, gerando um aumento da temperatura corporal que pode causar danos à saúde.

O meteorologista do Simepar Reinaldo Knaib diz que este calorão, reflexo da longa estiagem que atinge as regiões centro-oeste e amazônica do país, está indo embora. [ouça no áudio acima]

Com o calorão indo embora, a primavera volta a ser como a gente conhece, com calor, mas sem excesso, e com mais chuva. O que significa também mais temporais. [ouça no áudio acima]

Na noite dessa quarta-feira (7), um temporal atingiu Maringá. A chuva e os ventos fortes derrubaram pelo menos 20 árvores, segundo a atualização da Defesa Civil às 8h30. Dois carros foram atingidos. Cinco casas foram destelhadas.

Uma das árvores por pouco não atingiu um morador que estava chegando em casa. Bem humorado, o engenheiro civil José Carlos Valêncio disse que o susto foi grande. [ouça no áudio acima]

E na manhã desta quinta-feira (8), uma reunião discute o Plano Municipal de Emergência, para situações de catástrofes, como temporais.