Startup da Incubadora Tecnológica de Maringá recebe patente verde do Inpi
Foto: Divulgação

Meio Ambiente

Startup da Incubadora Tecnológica de Maringá recebe patente verde do Inpi

Tecnologia por Luciana Peña em 11/12/2020 - 10:08

A empresa, criada por engenheiros químicos quando ainda eram acadêmicos da UEM, desenvolveu uma peça que reduz o consumo de diesel e a poluição ambiental. O produto deve ser lançado no mercado em 2021.

Quando eram estudantes de engenharia química da UEM, os amigos e hoje sócios Franco Leonardi, Nikolas Ferreira de Souza e Igor Zornitta Zanella alugaram uma casa que em vez de república se tornou um laboratório.

Os três precisavam de espaço para desenvolver um projeto que depois iria dar origem a uma startup.

Na Incubadora Tecnológica de Maringá, e já formados, os três criaram uma peça que reduz o consumo de combustível e a poluição ambiental.

A invenção serve para qualquer combustível, mas o foco do projeto é o diesel, explica Igor Zanella. [ouça no áudio acima]

A criação acaba de receber a patente verde do Inpi, Instituto Nacional de Propriedade Industrial.

A entrega da patente foi nesta sexta-feira numa cerimônia na Incubadora Tecnológica de Maringá.

A patente verde é um reconhecimento aos produtos que contribuem para as mudanças climáticas globais e tecnologias voltadas ao meio ambiente, dentro dos objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Em todo o mundo a luta é pelo fim do uso de combustíveis fósseis, mas como isso ainda
demorar muito, toda tecnologia que reduz o impacto destes produtos é muito bem vinda. [ouça no áudio acima]

A peça desenvolvida pela startup será testada por veículos da Prefeitura de Maringá e de uma transportadora da cidade. Em 2021, o produto entra no mercado nacional.