Mesmo com pedidos, escolas de natação não reabrem em Maringá
Imagem ilustrativa/Foto: David Mark/Pixabay

Cidade

Mesmo com pedidos, escolas de natação não reabrem em Maringá

Cidade por Victor Simião em 15/05/2020 - 15:36

Proprietários falaram com o chefe de gabinete do município, e aí o decreto que autoriza o funcionamento das academias nem foi publicado na quinta (14) porque o tema seria analisado. O assunto foi discutido nesta sexta-feira (15): e as escolas de natação ficam de fora no momento. Academias reabrem na segunda-feira (18). 


 

Proprietários de academias e escolas de natação de Maringá se mobilizaram pedindo a reabertura delas a partir da próxima semana. Nessa quinta-feira (14), empresários foram até a Prefeitura e falaram com Domingos Trevisan, chefe de Gabinete do município. A movimentação ocorreu após a portaria regulando o funcionamento das academias de Maringá ter se tornada pública - o documento foi obtido com exclusividade pela CBN Maringá. Nela, o funcionamento das piscinas e aulas de natação seguem proibidas. As academias reabrem na segunda-feira (18). 

A reclamação dos empresários conseguiu atrasar a publicação da portaria no Diário Oficial do Município desta quinta.O motivo: a Prefeitura iria analisar a possibilidade da volta da natação. Mas o comitê da saúde responsável estudou o assunto e decidiu não liberar as aulas de natação por medidas de segurança, disse uma fonte ligada ao assunto à CBN na tarde desta sexta-feira (15). A portaria deve ser publicada no Diário Oficial do Município em breve. 

A estimativa é de que em Maringá existam 10 escolas de natação ou academias com piscinas. Na manhã desta sexta, os proprietários se reuniram para discutir o assunto. Na avaliação deles existe, sim, como voltar aos trabalhos, disse a dona de um desses locais, Karina Silveira.[ouça no áudio acima]

Na portaria divulgada nessa quinta, a Saúde regulamenta o seguinte: as academias poderão funcionar para quem tem 16 anos até 60 anos - não mais e nem menos que isso; diabéticos e outras pessoas que fazem parte do grupo de risco da Covid-19 também não poderão ir a esses locais. Usuários só poderão ficar no local durante o período de treinamento. As aulas/sessões deverão ter no máximo 40 minutos para exercícios -  os 20 minutos restantes, que completam o período de uma hora, deverão ser utilizados para limpeza da academia. 

Algo comum entre pessoas que fazem musculação, a portaria veda o compartilhamento de aparelho durante os exercícios. Ou seja: o atleta não poderá fazer uma série e descansar enquanto o outro faz o exercício no mesmo aparelho. Cada um deverá terminar toda a série, limpar o local e só depois passar para o outro usuário.  

Aulas em turma só poderão ter cinco pessoas no máximo, com distância de quatro metros entre elas. Piscinas e saunas não poderão ser usadas. Aulas de natação e artes marciais seguem proibidas.