Jovem de Apucarana preso na Tailândia faz primeiro contato com a família
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Tráfico internacional

Jovem de Apucarana preso na Tailândia faz primeiro contato com a família

Paraná por Victor Ramalho em 05/05/2022 - 15:00

Jordi Vilsinski Beffa, de 24 anos, está preso desde o último dia 14 de fevereiro em Bangkok, após tentar entrar no país com 6,5 quilos de cocaína. Na madrugada desta quinta-feira (5), ele conseguiu fazer um telefonema para a mãe, o primeiro contato com os familiares desde que foi preso.

O jovem Jordi Vilsinski Beffa, de 24 anos, morador de Apucarana, segue preso em um presídio na região metropolitana de Bangkok, na Tailândia, desde o dia 14 de fevereiro. Ele foi detido após tentar entrar no páis asiático com 6,5 quilos de cocaína, divididos em duas malas.

Na madrugada desta quinta-feira (5), por volta das 4h no horário de Brasília, ele conseguiu fazer seu primeiro contato com a mãe, através de um telefonema, desde que foi preso no começo do ano. Conforme o advogado contratado pela família no Brasil, Petrônio Cardoso, na ligação Jordi pediu perdão aos pais e afirmou que, dentro das possibilidades, está sendo bem tratado no presídio. [ouça no áudio acima]

Ainda de acordo com Cardoso, o jovem também informou que, em breve, terá sua primeira audiência com um juiz tailandês, onde irá dar sua versão sobre o ocorrido. A Tailândia enfrentava até recentemente uma 5ª onda da Covid-19, o que restringiu alguns serviços. [ouça no áudio acima]

Também nesta quinta-feira (4), a Polícia Federal (PF) prendeu em Curitiba uma mulher que é apontada como a responsável por aliciar dois outros brasileiros que também foram presos por tráfico internacional em Bangkok. A defesa de Jordi solicitou acesso ao inquérito policial para saber se a suspeita também tem relação com o jovem de Apucarana. [ouça no áudio acima]