Inaugurada central de monitoramento por câmeras
Luciana Peña/CBN Maringá

UEM

Inaugurada central de monitoramento por câmeras

Por Luciana Peña em 09/10/2018 - 12:00

Vigilantes agora têm visão em tempo real de todo o campus. Mas a orientação é só abordar suspeitos quando não há riscos. Nas demais situações a ordem é chamar a polícia.

Player Ouça a reportagem

Os estudantes da UEM podem se sentir mais seguros. E também mais vigiados. Por todo o campus, há câmeras que transmitem imagens em tempo real para uma central de monitoramento. São 159 equipamentos posicionados em pontos estratégicos. A central foi inaugurada nesta terça-feira. A diretora de serviços e manutenção da UEM, Ezeni Claro da Silva, explica como funciona a central.

 

Os vigilantes foram orientados a acionar a polícia em casos de risco. É que os vigilantes da UEM não portam armas.

 

A segurança no campus era uma reivindicação antigas dos estudantes, principalmente daqueles que estudam à noite e circulam pelos departamentos mais afastados. Não é o caso do acadêmico de geografia Victor Tadaki, mas ele acha bom ter câmeras pela universidade.

 

Na central, três vigilantes vão trabalhar a cada turno. De olho nas telas, vendo tudo o que acontece na UEM, e sem cochilar. Tem que ter muita atenção. Uma novidade para o vigilante Emerson Rodrigues que nunca viu tanta imagem na frente.