Defesa de professor condenado diz que vai recorrer da sentença
Carina Bernardino/CBN Maringá

22 anos

Defesa de professor condenado diz que vai recorrer da sentença

Por Carina Bernardino em 07/10/2019 - 16:24

Educador foi condenado a 22 anos de prisão pelo crime de estupro de vulnerável de oito alunas de uma escola municipal. Os crimes teriam ocorrido no final de 2018, já a sentença se tornou pública na última semana em Maringá. Nesta segunda-feira (7), o advogado criminalista José Carlos Ragiotto esclareceu que a condenação só poderá ser considerada quando todos os recursos forem esgotados, o que não aconteceu. Ele também explicou sobre o crime estupro de vulnerável, que não refere-se ao ato sexual em si. 

Player Ouça José Carlos Ragiotto

A investigação dos casos foi feita pelo Nucria (Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente de Maringá. As vítimas teriam sido meninas de 7 a 12 anos.

Notícias Relacionadas

Notícias da mesma editoria