Celular pode atrair um raio?
Imagem Ilustrativa | Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

Meteorologia

Celular pode atrair um raio?

Meio Ambiente por Luciana Peña em 14/08/2020 - 12:58

Nessa quinta-feira (13), um pecuarista morreu após ser atingido por um raio em Loanda. Ele estava manuseando um celular. Ouvinte questiona se há relação entre o aparelho eletrônico e a descarga atmosférica.

Começava a chover em Loanda quando o pecuarista José Adilson Nogueira, de 47 anos, foi atingido por um raio. Segundo informações, ele estava segurando um celular.

Ouvinte pergunta se o aparelho potencializou o efeito do raio ou, como se diz popularmente, se o celular atraiu o raio.

A CBN conversou com o meteorologista Fernando Mendes, do Simepar.

Ele explicou que quando as nuvens estão muito carregadas a eletricidade precisa encontrar o caminho mais curto até o solo, para equilibrar as cargas elétricas da nuvem e do solo..

Nas cidades, os pára-raios nos pontos mais altos dos prédios oferecem essa trajetória mais curta e desta forma protegem as pessoas que estão lá embaixo.

Mas em áreas descobertas, sem pára-raios, o risco para quem está acima do solo, é grande porque esta pessoa, planta ou animal, se torna a opção de caminho mais curto.

Por isso a orientação é procurar abrigos ou se abaixar no nível do solo e desta forma não se tornar um pára-raio.

Esta reportagem é uma sugestão do ouvinte Benilson Barbosa.

Quer enviar uma sugestão, comentário ou foto? Encaminhe pelo WhatsApp para (44) 99877 9550